O prefeito de Cabedelo e candidato nas eleições de março à Prefeitura da cidade, Vitor Hugo (PRB), foi o sabatinado desta quarta-feira (27) do programa Correio Debate, da 98 FM, que vem entrevistando todos os candidatos ao pleito. Na entrevista, o principal ponto defendido por Vitor Hugo é a realização de concurso público que deverá oferecer até 200 vagas.

Leia também:

*Marcos Patrício defende geração de emprego e renda

*Eneide Regis defende saúde e moradia como prioridades

Porto de Cabedelo

“Estarei em uma reunião com várias entidades do Porto. A triplicação da BR-230 não veio por acaso e o boato da ponte Cabedelo-Lucena também. Vamos ter um leilão de três áreas que vão render mais de R$ 400 milhões. Fora esse leilão das três áreas vão ser R$ 120 milhões de investimentos no Porto. Vai ter drenagem e entrar navios mais profundos. Está vindo um grupo chinês que vai investir em Cabedelo e Lucena. O Porto agora tem que ser bem administrado e estamos preparando a cidade para isso”.

Oposição acusa acordo entre Vitor Hugo e Leto Viana, ex-prefeito

“Tanto é mentira porque se fosse verdade ele não estaria apoiando a candidata Eneide Régis. Ninguém aguenta mais compra de voto ou ser eleito em Cabedelo por compra de voto. Ninguém fez em 20 anos o que fiz em 10 meses em cabedelo”.

Possível envolvimento em nova fase da Operação Xeque-mate

“Eles (oposição) que ficam se apegando na divulgação de uma mão recebendo um envelope, em que o assessor de Eudes (vereador) diz que sou eu, mas não sou eu. Já deixei bem claro que todos os vereadores recebiam os pagamentos em xeques dentro de um envelope, inclusive todos os vereadores da oposição. Ali (conteúdo do envelope) era meu salário e dos meus assessores. Agora não é mais assim, já que a presidente quando assumiu mandou depositar o dinheiro em conta. Isso ficou claro quando expliquei para a Polícia Federal”.

Relação do MPPB e da Polícia Federal com a Prefeitura de Cabedelo

“A gente contribui com todo e qualquer tipo de investigação. O que é solicitado na prefeitura nós entregamos. Não param de chegar solicitações. Entregamos recentemente documentos de licitações. Eu não temo nada. Tenho minha consciência limpíssima”.

Problemas na saúde

“Assim que assumi interditaram o hospital. Em pleno São João tive que fazer uma reforma. Em 10 meses investi mais de R$ 8 milhões em saúde, entre reformas e equipamentos. Lá não se faziam cirurgias e agora fazemos todas. Abrimos duas USFs novas. Tudo com investimento própris. Teremos agora o novo Hospital Metropolitano com R$ 4 milhões em investimentos. O Hospital Geral agora será apenas maternidade”.

Pavimentação de ruas

“Fiz mais de 30 ruas de pavimentação. Serão 80 ruas em um ano. O grande problema de Cabedelo hoje é a drenagem. Minha luta hoje é conseguir o dinheiro para a drenagem, porque temos o dinheiro para a pavimentação, que vem do IPTU, mas drenagem é muito cara”.

Educação

“Segurei o início do ano letivo em quatro dias porque estamos em período de eleição. Os professores contratados só podem passar quatro anos e em janeiro terminou o contrato de 25 professores. Se eu contratasse um só professor teria meu mandato cassado e não seria mais candidato. Achamos uma solução e botamos os efetivos para trabalhar duas vezes e está normalizado”.

Funcionalismo

“Desses 10 meses que estou à frente da prefeitura eu pago o salários dos servidores antes do dia 30. Todos recebem no mesmo dia. Fui o único prefeito da Paraíba que conseguiu pagar duas folhas em um mês, 13º e dezembro. Nunca atrasei o pagamento dos servidores. Teremos concurso em novembro para Educação, Saúde, Semob e Procuradoria. Deve ter entre 100 e 200 vagas em novembro”.

Próxima entrevista

  • dia 28 – José Eudes (PTB)

O debate com os quatro candidatos a prefeito de Cabedelo será realizado no dia 14 de março, no estúdio da rádio Correio.

O post Vitor Hugo promete concurso com até 200 vagas em Cabedelo apareceu primeiro em Portal Correio .

Deixe seu comentário