islaine Martins da Silva, de 33 anos, vítima de uma tentativa de homicídio na madrugada da sexta-feira, 22, no bairro Jatobá, em Patos, pede ajuda e diz que está sendo perseguida pelo acusado. 

A vítima disse que foi esfaqueada pelo ex-companheiro identificado como sendo Cícero Alves Monteiro, conhecido como “Pintinho”. Segundo ela, o mesmo insatisfeito com o término do relacionamento, acabou desferindo diversos golpes de faca peixeira contra a mesma. Gislaine estava na companhia dos três filhos que de 6, 10 e 11 anos de idade, que viram a mãe ser brutalmente atacada.

Após o fato o agressor fugiu do local e segundo a vítima, “Pintinho” vem causando o “terror” para a família. Uma irmã da vítima, Gilmara Martins, relatou ao Gazeta do Sertão que o agressor já tentou invadir a casa dela após o ocorrido. “Quando minha irmã saiu do hospital ela veio para minha casa, e ele veio em seguida procura-la, só não entrou porquê meu marido estava e ele disse que queria arrancar os fatos dela com uma faca. Ele [Pintinho], já veio três vezes aqui e até o dono da casa [alugada] disse que eu devo sair do imóvel. A população inteira ver ele andando pelas ruas, menos a polícia”, disse. 

Gilmara também falou que teme também pela vida dela. “Não estou dormindo bem e não levo meus filhos mais para escola. Temo pela minha vida, a dos meus filhos e a vida de minha irmã. Enquanto ele estiver solto ela terá que ficar presa dentro de casa, lamentou. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.