O ex-presidiário, Laudenor Rogério Correia, vulgo “Luxúria”, de 38 anos de idade, foi assassinado a tiros por dois homens que estavam numa moto, em frente a um bar. Ainda de acordo com informações repassadas por policiais do 11º BPM (Batalhão de Polícia Militar), “Luxúria” era da cidade de São João do Tigre, também na Paraíba e tinha passagem pela polícia pelo crime de roubo.

SUSPEITO DE MATAR FILHO DE VEREADOR


Surgiu a informação de que, o ex-presidiário era suspeito de matar Diogo Rafael de Almeida Oliveira, de 17 anos, filho do então vereador Fernando Dias, popularmente conhecido por Lambreta, da cidade de Caruaru, no Agreste do estado de Pernambuco. 


Diogo era estagiário da Caixa Econômica em Caruaru e estava acompanhado de seu irmão Diego, na inauguração do Moda Center Santa Cruz, na segunda-feira 09 de Outubro de 2006.


O adolescente desapareceu depois de assistir ao show da banda Aviões do Forró e só foi encontrado na quarta-feira (11), boiando no açude do sítio Curral Picado, próximo ao lixão da capital da Sulanca. Na época o fato foi divulgado como um afogamento, porém foi encontrada uma perfuração possivelmente causada por tiro na altura da cabeça de “Diogo”, o que leva a crê que ele possivelmente foi assassinado e depois jogado nas águas do referido açude. 


Polícia Civil da delegacia de Monteiro vai investigar para saber a motivação e autoria para  o homicídio, além de tentar descobrir se de fato “Luxúria” tinha envolvimento com a morte do filho do vereador caruaruense. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

42 + = 50