A cidade de Camalaú está movimentada com a divulgação de uma informação que chocou os moradores. A vereadora Audenice Chaves Souza, do PSB, está sendo acusada de desaparecer com o corpo de um paciente que saiu para fazer tratamento médico e nunca voltou para Camalaú.

 

A informação foi divulgada pelo vereador Antônio Bezerra durante um programa de rádio ao vivo o que chocou a população de Camalaú que até então não tinha conhecimento do ocorrido.

 

A viúva do falecido, Luiz Delfino Neto, é conhecida na cidade por nome de Neta Matias, e mora no Sítio Roça Velha, Zona Rural de Camalaú.
Em sua defesa a vereadora Audenice Chaves disse que a viuvá havia viajado na semana seguinte da morte de Luiz até a cidade de João Pessoa local onde o senhor Luiz Delfino Neto veio a óbito e foi sepultado, de imediato a viúva desmentiu a informação, e ainda afirmou não saber onde o marido foi enterrado até hoje, o caso aconteceu há mais de 20 anos atrás mais só agora veio se torna público esse absurdo.
Neta gravou um áudio afirmando que a vereadora havia sumido com o cadáver do seu falecido esposo e afirmou que nunca foi na cova onde o mesmo teria sido enterrado, contradizendo a fala da vereadora que afirmou que na semana seguinte a mesma havia visitado o local.

 

Ouça o áudio:
Neta afirma que nunca teve assistência por parte da vereadora após a morte do seu esposo, e diz que Audenice chegou a prometer a seu filho que mandaria buscar os restos mortais do seu pai em João Pessoa e entregaria a família em Camalaú caso ele votasse nela durante a campanha.

 

Ouça no áudio:
 
Neta fala que desejaria saber onde o marido está enterrado para transferir para Camalaú pois ela não teve nem se quer a oportunidade de enterrar o seu esposo recebendo apenas a sua carteira de uma terceira pessoa uma vez que a vereadora não procurou a mesma para dizer o que de fato havia acontecido; diz a esposa.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here