“Quando o bandido afronta a polícia, ela tem que responder. No instante que o policial morreu e outro foi atingido, não foram feridas apenas duas pessoas, mas um Estado inteiro. Quando os criminosos morreram ao trocar, mais uma vez, tiros com a polícia, quem venceu foi o Estado e a sociedade”. Foi assim que o coronel Euller Chaves, comandante da Polícia Militar da Paraíba, classificou as buscas e, consequentemente, mortes dos oito suspeitos em confronto com a Polícia Militar entre Barra de São Miguel e Riacho de Santo Antônio, no Cariri da Paraíba.

O grupo teria participado da morte de um policial militar de Pernambuco na segunda (1º), durante troca de tiros após roubo na cidade de Santa Cruz de Capibaribe. De lá, eles fugiram em direção à Paraíba, onde foram localizados na manhã da terça (2).

Sobre os deslocamentos dos corpos feitos pela polícia na cidade, onde a população acompanhou e aplaudiu, o comandante da PM da Paraíba categorizou a ação como um detalhe. “Detalhes são detalhes. Não vamos estabelecer leitura de circunstâncias. Cada ocorrência tem sua vivência. Estou do lado dos homens que estavam realizando diligência e não sabiam quem estava do outro lado. Poderia ser 10, 20. A questão não é quantitativa. A ação foi enérgica, necessária e pedagógica para quem quer enfrentar o estado”.

Outros suspeitos são procurados

De acordo com o coronel Euller Chaves, outras pessoas ainda estão sendo procuradas e as autoridades trabalham para encontrar novos suspeitos. Em entrevista ao programa Correio Debate, na rádio 98 FM, ele explicou que a Polícia Militar da Paraíba continua atuando junto com a de Pernambuco.

“Desde a madrugada de hoje, outra operação conjunta foi deflagrada em busca de outros  dois indivíduos. Desde que aconteceu o crime, temos recebido denúncias. O que há de concreto é que precisamos nos unir. Estamos buscando ações pontuais e programadas”.

O post ‘Venceu a sociedade’, diz comandante sobre morte de suspeitos na PB apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.