De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), investigadores responsáveis pela realização de testes de segurança no sistema eletrônico de votação, encontraram duas vulnerabilidades no sistema das urnas eletrônicas. Realizado periodicamente com o objetivo de encontrar problemas de segurança, o teste permite que as falhas sejam corrigidas antes do período de votação.

Ainda de acordo com o TSE, os problemas apontados não oferecem ameaça à segurança da votação. Por enquanto, o registro das vulnerabilidades foi encaminhado para uma equipe de técnicos da Justiça Eleitoral para que elas sejam corrigidas. Após esse procedimento, as urnas serão submetidas a uma nova rodada de testes. Em anos anteriores, falhas também foram encontradas e posteriormente corrigidas.

Essa é apenas uma das etapas de preparação para as eleições, que serão realizadas em 2020 para eleger prefeitos e vereadores em todo o Brasil.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.