A estudante Girlaine Felisberto de Caldas Aguiar, do Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino (PPGLE) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), será protagonista, nesta terça-feira (16), de um fato inédito na instituição. Ela será a primeira aluna surda da UFCG a defender uma dissertação de mestrado.

O trabalho, que trata do ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras) como segunda língua para ouvintes, será apresentado às 17h, no Auditório do Centro de Humanidades (CH), campus sede.

Intitulada “Ensino de Libras para aprendizes ouvintes: a injunção e o espaço como dimensões ensináveis do gênero Instrução de Percurso”, a dissertação parte de uma perspectiva inovadora.

“Existem estudos que tratam do ensino de línguas estrangeiras, como o Inglês, como uma segunda língua para ouvintes. No entanto, em se tratando do ensino de Libras, o trabalho é inovador e serve de modelo”, explica a professora Maria Augusta Macedo, orientadora da pesquisa.

Para Girlaine, que também é professora do curso de Letras Libras da UFCG e já acumula 13 anos de ensino na área, o resultado da pesquisa teve muitos significados. “Essa descoberta em minha pesquisa foi para mim momento importante nos gêneros da Libras. Tive muitas barreiras a vencer durante essa trajetória e consegui conquistar a vitória”, disse a aluna em entrevista por aplicativo de mensagem.

O post UFCG terá primeira dissertação de mestrado defendida por aluna surda apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.