O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região (TRT), desembargador Wolney de Macedo Cordeiro, admitiu na tarde desta sexta-feira (10) a possibilidade de rever a decisão de fechar a Vara do Trabalho no município de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, a 468 km de João Pessoa, logo após se reunir com o prefeito José Aldemir, com o presidente da Ordem dos Advogados da Paraíba (OAB-PB), Paulo Maia, e o presidente da Seccional da OAB-PB de Cajazeiras, Jone Pereira.

“O Tribunal passa por um problema orçamentário, que exige redução de gastos. Não há dúvida que existe um estudo para remoção de Varas e nele Cajazeiras se encontra dentro da possibilidade para a remoção. Porém, o prefeito trouxe colocações importantes, e vamos ponderar para ver o que se pode fazer”, declarou o desembargador Wolney.

“A Vara do Trabalho de Cajazeiras atende uma grande população na região, fato que credencia esse povo a lutar pela permanência no município”, destacou José Aldemir.

O presidente da OAB-PB, Paulo Maia, reafirmou o compromisso e apoio pessoal e da Ordem à demanda do prefeito e do povo cajazeirense. “Entendemos a preocupação do presidente do TRT, ante os problemas de orçamento, mas Cajazeiras é uma importante cidade da região e o prefeito apresentou elementos concretos importantes com vista a manter a Vara do Trabalho no município”, comentou.

*Texto de André Gomes, do Jornal Correio

O post TRT deve rever fechamento da Vara do Trabalho em Cajazeiras apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.