Integrantes do Movimento Sem Terra desbloquearam os trechos de rodovias federais na Paraíba na tarde desta quarta-feira (29). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os trechos teriam sido interrompidos de manhã e liberados por volta das 14h, após negociações entre a PRF e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

“Foi decidido ainda que o juiz de Direito Agrário do Fórum de João Pessoa receberá as lideranças do movimento para tratar das reivindicações que levaram ao protesto”, informou a PRF ao Portal Correio.

Os manifestantes, mais cedo, teriam interditado o quilômetro 109 da BR-101, em Alhandra, onde cerca de 20 pessoas ocuparam a pista para impedir o tráfego de veículos. No quilômetro 53 da BR-230, em Cruz do Espírito Santo, também houve aglomeração. Conforme a PRF, cerca de 100 pessoas participaram desse segundo ponto de protesto.

Os protestos do MST pediam incentivo à ocupação Arcanjo Belarmino, em Pedras de Fogo, que completou um ano e, segundo o movimento, segue “sem que haja responsabilidade do Estado com as famílias que já residem no local”. O MST argumenta que as famílias que moram no local transformam “a fazenda improdutiva em 1.500 hectares de plantio das mais diversas culturas”.

O post Trechos de rodovias são liberados por MST após manhã de manifestações apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.