Na Audi, botões são uma espécie ameaçada de extinção. Veículos como o A8, A7, A6, Q8 e o Q7 2020 tem poucos botões físicos, entre eles um controle de volume para o rádio. O restante fica a cargo de um sistema conhecido como MMI Touch Response, que substitui botões, instrumentos e indicadores por telas.

O sistema é composto por uma tela de 12,3 polegadas atrás do volante, que mostra um conjunto digital de instrumentos, uma tela de 10,3 polegadas no console central, para informações e entretenimento e abaixo dele uma tela de 8,6 polegadas, sensível ao toque, para o console do ar-condicionado.

Marc Lichte, chefe de design da Audi, afirmou em declaração ao site Motor Authority que o próximo passo é o uso de realidade aumentada. Com a implementação dessa tecnologia de última geração, o painel de instrumentos se tornará menor e exibirá menos informações. As duas telas sensíveis ao toque no console central acabarão se fundindo em uma tela grande, se a visão de Lichte para o futuro se concretizar.

É uma idéia já presente, de certa forma, em outros carros. O Tesla Model 3 não tem o painel de instrumentos tradicional, com quase todos os controles e indicadores do carro concentrados em uma tela de 15”. Futuros modelos, como o Model Y e Cybertruck, seguirão um design similar.

Mas não se preocupe: Lichte afirma que o tradicional botão físico para o controle de volume não irá embora tão cedo.

Fonte: Motor Authority

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.