Uma oferta de emprego publicada pela SpaceX revelou planos da companhia de construir uma comunidade privada com capacidade de abrigar até 100 hóspedes e oferecer atividades e serviços de recreação. O anúncio foi flagrado pelo site americano Business Insider e retirado do ar logo em seguida pela própria companhia.

Segundo o veículoa empresa do bilionário Elon Musk buscava a contratação de um “coordenador de projetos” para administrar um estabelecimento chamado SpaceX Village.

A descrição da vaga deu pistas sobre a configuração do projeto. O novo funcionário seria responsável por criar um ambiente “épico” a partir da missão de desenvolver a estratégia de funcionamento dos restaurantes e bares da comunidade, bem como planejar eventos e administrar a manutenção do espaço. O contratado desempenharia também a função de organizar um sistema automatizado de reservas para 100 quartos.

Segundo a reportagem, os hóspedes do SpaceX Village poderiam participar de várias atividades, tais como campeonatos de vôlei, escaladas e rafts, além de festas e eventos nos lounges do empreendimento. Contudo, não está claro se o projeto vai atender exclusivamente os funcionários da SpaceX ou também receberá turistas.

Embora o anúncio não tenha especificado onde o SpaceX Village será construído, a Business Insider levanta a hipótese de que o endereço do empreendimento será em Boca Chica, no Texas, e poderá servir para abrigar os empregados da fábrica South Texas Startship. 

Vale lembrar que há duas semanas, Elon Musk revelou pelo Twitter os avanços da infraestrutura de produção das espaçonaves Startships na base da companhia. Além disso, a SpaceX executa, desde setembro de 2019, um programa de compras de residências em uma comunidade próxima ao local. Portanto, o Spacex Village poderia ser um projeto estratégico para abrigar os empregados da empresa e aprimiorar a capacidade da SpaceX de produzir as espaçonaves em larga escala. 

O plano, no entanto, pode enfrentar um impasse. De acordo com a reportagem, a SpaceX já adquiriu boa parte dos imóveis na região, porém alguns moradores ainda resistem em vender suas casas.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.