Não é de hoje que um dos maiores sites de pornografia do mundo, o Xvideos, tem sido utilizado pelos usuários para consumir um conteúdo que se distancia da proposta habitual. Acontece que a rigidez em torno de direitos autorais não é tão intensa no site adulto quanto é no YouTube ou no Dailymotion, por exemplo, então acaba sendo o lugar preferido para hospedar séries e filmes sem grandes problemas. Nesta terça-feira (23), colocaram no site o live-action de O Rei Leão, e a internet foi à loucura, desencadeando um acontecimento excêntrico: o Xvideos foi parar nos Trending Topics do Twitter.

A história envolvendo a pirataria rendeu algumas polêmicas para o site adulto, que há alguns meses passou a ficar de olho: anunciou que removeria conteúdos relacionados à pirataria, passou a desativar usuários que hospedassem séries e filmes e realmente excluir os vídeos, mas alguns deles conseguiram se esquivar da vista grossa, hospedando filmes como Vingadores ou Aquaman sob títulos que, bem, se encaixam mais na proposta do site, como uma espécie de disfarce.

A repercussão no Twitter

Imagine acordar, acessar com tranquilidade as suas redes sociais e, ao dar uma espiadinha no Twitter, perceber que um grande site de pornografia está ocupando o topo dos Trending Topics. Foi assim para a maioria dos usuários durante esta manhã de terça, e isso gerou ainda mais repercussão na rede social, já que os internautas ficaram simplesmente incrédulos diante do ocorrido.


Feedly: assine nosso feed RSS e não perca nenhum conteúdo do Canaltech em seu agregador de notícias favorito.

Xvideos e pirataria

O site, que tem a sede na República Checa, já se mostrou contra a pirataria, por meio de um comunicado oficial feito pela equipe: “Embora estejamos fora da América do Norte e não sejamos regidos pelas leis dos EUA nem do Canadá, respeitamos os direitos dos proprietários dos direitos autorais e, assim, implementamos determinadas políticas em um esforço para cumprir voluntariamente as leis anti-infração”.

Além disso, os vídeos de O Rei Leão que foram hospedados no site já foram retirados do ar, e os respectivos usuários responsáveis por colocá-los lá tiveram suas contas desativadas.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here