Dois servidores da Segurança Pública da Paraíba são suspeitos de fraudar o pagamento de benefícios nas remunerações. As informações e os nomes dos investigados constam na edição deste sábado (24) do Diário Oficial do Estado.

Conforme a Portaria Nº 003/2018-CPI, um escrivão da polícia teria inserido dados falsos no extrato de bonificação de apreensão de arma de fogo, pago pela Secretaria de Segurança Pública da Paraíba, com o objetivo de receber o dinheiro de forma indevida e ainda se apropriar de valores referentes a plantões extras de outros servidores.

Segundo a apuração, há evidências de que houve manobras suspeitas e dois gestores do servidor teriam sido coniventes com as fraudes ou agido com negligência ao deixar que a situação irregular continuasse.

As denúncias que deram origem às investigações foram formuladas por um servidor, por meio de dois ofícios. A Corregedoria-Geral da Segurança Pública deu início à apuração e enviou cópia da Portaria para o secretário de Segurança, Cláudio Lima, e para o delegado-geral da Polícia Civil da Paraíba, João Alves. A Portaria é assinada pelo Corregedor-geral da Segurança Pública, Servilho Silva de Paiva.

O post Servidores da polícia são investigados por fraudes no contracheque apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.