O secretário de Agropecuária e Pesca, Rômulo Montenegro, relacionou nessa quinta-feira (25) algumas das muitas medidas tomadas pelo Governo do Estado que contribuíram para o crescimento da área, divulgado no início desta semana pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho. 

Segundo Montenegro, que preside o Conselho Nacional de Secretários de Estado de Agricultura (CONSEAGRI), além da moagem da cana de açúcar, em setembro, ter elevado o número de empregos no campo propriamente dito e na agroindústria, o Governo do Estado investiu no setor, por intermédio do Programa de Distribuição de Sementes, mais de 9 milhões de reais e reduziu a alíquota do etanol para barateá-lo na venda ao consumidor,  garantindo, também, no período da safra, a proteção da produção local desse combustível contra a invasão dos competidores norte-americano, beneficiados por irrisória taxação cobrada pelo Governo Federal, em detrimento dos empreendedores rurais nordestino. 

Crescimento em um ano

Entre setembro de 2017 e setembro de 2018, a Paraíba ganhou 5 mil novos postos de trabalho com carteira assinada, conforme apontou CAGED, resultado positivo impulsionado pela mesma agropecuária, setor de serviços e comércio.

O post Secretário revela ações que fizeram agronegócio gerar mais empregos apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.