O secretário de segurança pública da Paraíba, Jean Francisco, comentou nesta quarta-feira (6) pontos do texto do projeto Lei Anticrime, apresentado na segunda-feira (4), pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro. Para Jean, algumas partes ficaram vagas, como a que trata da questão das armas.

Leia também: Paraíba está no ‘top 20’ dos estados que mais matam mulheres

“Não está presente a questão de fiscalização de armas de fogo. Enquanto a gente tem um decreto que libera armas de fogo com relação à posse, a gente não vê a discussão ainda que relacionada à fiscalização das armas de fogo, principalmente seja pelo continente, seja pelo mar. Esta discussão não foi travada”, afirmou.

Outro ponto abordado pelo secretário foi em relação a explosivos. Segundo ele, este é um pleito conjunto dos responsáveis pela segurança.

“Discussão também que faltou ao nosso ver foi com relação a uma melhor fiscalização com relação aos explosivos. Isto é uma realidade. Hoje se usa o explosivo não só para explodir banco, mas para praticar alguns atentados. E é este o pleito dos secretários de segurança para que se tipifique com mais firmeza como terrorismo”, finalizou.

O post Secretário cobra fiscalização de armas no projeto anticrime apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.