Fundada por dois engenheiros (e não por Elon Musk, como muita gente pensa) em julho de 2003, a Tesla nasceu com a missão de provar que um carro elétrico para o dia-a-dia era um conceito viável. Hoje ela é uma das grandes montadoras nos EUA e prova de que a tecnologia elétrica pode ser não apenas viável, mas também altamente desejável.

Veículos como o Model 3 são notícia constante e lideram as listas de carros mais vendidos nos EUA. Mas você sabia que a Tesla já produziu quatro outros carros, e tem mais quatro em vários estágios de desenvolvimento? Venha conosco conhecer todos os carros da Tesla.

Tesla Roadster

O primeiro carro produzido pela Tesla foi o Roadster, um esportivo de dois assentos lançado em 2008 e produzido até 2012. Baseado no chassi do Lotus Elise, o Roadster foi o primeiro veículo totalmente elétrico com baterias de íons de lítio a circular legalmente pelas estradas nos EUA, e também o primeiro veículo totalmente elétrico capaz de viajar mais de 320 km com uma carga de suas baterias.

Reprodução

Durante os 4 anos de produção o Roadster recebeu vários upgrades de hardware, que refinaram o design e melhoraram a dirigibilidade e autonomia. O último, chamado Roadster 3.0, inclui um novo conjunto de baterias com capacidade 50% maior que o original e foi anunciado em 2014, dois anos após a produção das últimas unidades.

Reprodução

Ao todo a Tesla produziu 2,450 unidades do Roadster, que foram vendidas em 30 países. Destas, o Roadster pessoal de Elon Musk é o que foi mais “longe”: foi lançado ao espaço a bordo de um foguete Falcon Heavy da SpaceX em 6 de fevereiro de 2018, e atualmente está em órbita ao redor do Sol.

Model S

Anunciado em 2009 (com as primeiras unidades entregues em 2012) o Model S foi o primeiro grande sucesso da Tesla, colocando a empresa no rol das grandes montadoras dos EUA. Em setembro de 2018 a fabricante atingiu a marca de 250 mil unidades deste modelo vendidas em todo o mundo.

Reprodução

O sedã de 5 portas coleciona prêmios, incluindo o título de “carro do ano” em várias publicações. Assim como o Roadster, o Model S recebeu vários upgrades e modificações durante sua produção. O modelo original tinha velocidade máxima de 180 km/h, acelerava de 0 a 100 km/h em 6,5 segundos e tinha autonomia de 224 km. O atual P100D com o modo “Ludicrous” chega a 262 km/h, vai de 0 a 100 km/h em 2,6 segundos e tem autonomia de 555 km.

O Model S foi o primeiro carro da Tesla com piloto automático (Autopilot): o hardware necessário foi incluso nas unidades produzidas a partir de setembro de 2014.

Model X

Facilmente reconhecível por suas portas no estilo “asa de gaivota”, que se abrem para cima, o Model X foi mostrado pela primeira vez em 2012. As primeiras unidades foram entregues em 2015, em um processo de produção que foi adiado várias vezes e colocou em dúvida a capacidade da Tesla.

Reprodução

Além disso, problemas com o controle de qualidade dos veículos, que levaram a três recalls, ameaçaram a imagem da montadora, que admite que foi “ambiciosa demais” em algumas de suas metas de produção e características do projeto. Entretanto, as falhas foram superadas e o veículo foi bem-recebido. Em setembro de 2018 a Tesla ultrapassou a marca de 100.000 unidades do Model X entregues.

O Model X é conhecido pela potência de seu motor, e já rebocou sozinho um Boeing 787 (veja abaixo) e venceu um cabo de guerra contra uma caminhonete Ford F-150. Opcionalmente, o carro pode ser equipado com o hardware necessário para direção completamente autônoma, embora o software para isso ainda não tenha sido lançado pela Tesla.

Model 3

O Model 3 foi projetado para ser um modelo de baixo custo (bem, tão baixo quanto um carro equipado com milhares de baterias e dezenas de computadores pode custar), originalmente chamado de Model E.

Infelizmente a marca “Model E” já havia sido registrada pela Ford, então a Tesla optou por “Model 3”. O veículo foi anunciado em março de 2016, e uma semana após seu anúncio há havia 325 mil unidades reservadas na pré-venda. Em julho de 2017, o número já havia chegado a 500 mil unidades.

Reprodução

Com o lançamento do modelo “Standard Range” em fevereiro de 2019 a Tesla atingiu seu objetivo de oferecer um veículo completamente elétrico por US$ 35.000, e o Model 3 conquistou o título de “carro elétrico mais vendido na história dos EUA”, mesmo considerando híbridos como o Chevy Volt.

Model Y

Apresentado em março passado, o Model Y é baseado na mesma plataforma do Model 3, mas ainda não entrou em produção em larga escala. Com ele, a linha de produtos da Tesla completa uma piada típica do humor de Musk: “S, 3, X, Y

Reprodução

O Model Y comportará até 7 pessoas (em 3 fileiras) e terá autonomia de até 480 km. Será fabricado na fábrica da Tesla em Fremont, na Califórnia, e posteriormente também na “Gigafábrica” da empresa em Berlim.

Tesla Semi

O caminhão elétrico da Tesla foi apresentado ao público em novembro de 2017, mas que ainda não entrou em produção. Usará quatro motores do Tesla Model 3 e terá uma versão aprimorada do software Autopilot, oferecendo mais segurança ao motorista. Estará disponível em versões com autonomia de 480 e 800 km.

Reprodução

Cybertruck

A picape elétrica da Tesla cativou a imaginação do público durante meses, graças a declarações de Musk afirmando que ela teria um design “saído de Blade Runner”. Ele não estava brincando: o design anguloso e “brutalista” evoca o futurismo dos anos 80 e divide opiniões, embora simulações em software comprovem que, aerodinamicamente, ele tem vantagens.

Reprodução

O Cybertruck ficou famoso por um incidente durante sua apresentação, quando seu designer arremessou uma bola de aço para demonstrar as janelas “inquebráveis” e elas quebraram, duas vezes. Musk pareceu levar tudo na brincadeira, e compartilhou no Twitter um vídeo, feito horas antes do incidente, mostrando as janelas sobrevivendo ao impacto durante um ensaio. A Tesla aproveitou a publicidade, e está vendendo camisetas do Cybertruck com a imagem da janela quebrada.

Durante a apresentação do Cybertruck a Tesla também mostrou “mais uma coisa” no palco: o Cyberquad, um quadriciclo completamente elétrico que pode ser recarregado na caçamba do Cybertruck. Embora a empresa afirme que tem planos para comercializar o veículo, não há muitas informações sobre ele.

Roadster 2020

Esta será uma versão modernizada do Tesla Roadster, desta vez com um chassi próprio e equipado com toda a tecnologia desenvolvida pela Tesla nos últimos 8 anos, desde que o modelo original saiu de produção.

Reprodução

Segundo Musk, o novo Roadster será um supercarro, capaz de fazer inveja a muitas Ferrari e Lamborghini por aí. O modelo com bateria de 200 kWh terá autonomia de 1.000 quilômetros com uma carga, velocidade máxima de 400 km/h e será capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 1,9 segundos.

Maior Rede de comunicação do Cariri Paraibano, Envie sua sugestão para nosso WhatsApp (83) 9.9855-1048 / portaltvcariri@gmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.