A Qualcomm publicou seus resultados financeiros do terceiro trimestre do ano fiscal de 2019 nesta quarta (31), revelando que superou as estimativas internas de lucros, mas apresentando uma certa baixa nas receitas. Ainda, o lucro por ação não-GAAP chegou a 80 centavos, apresentando uma queda de 20% em comparação com o mesmo período do ano passado, enquanto a receita do trimestre foi de US$ 4,9 bilhões, numa queda de 13% quando comparado ao mesmo período de 2018. Vale lembrar que analistas de mercado especulavam que a empresa obteria 75 centavos de dólar por ação, em conjunto com uma receita de US $ 5,08 bilhões.

Steve Mollenkopf, CEO da Qualcomm, afirma que a companhia entregou um trimestre “sólido operacionalmente em meio à demanda mais lenta por dispositivos 4G, enquanto o mercado se prepara para a transição global para o 5G”. Ainda, mostrou que a empresa está esperançosa com os próximos meses, visto que as suas “vitórias em design 5G dobraram nos últimos três meses” deixando-os extremamente bem posicionados no ramo de 5G no para o início do ano fiscal de 2020.

As receitas do terceiro trimestre do segmento de Licenciamento de Tecnologia da Qualcomm (QTL), divisão de licenciamento da Qualcomm, alcançaram US$ 1,29 bilhão em lucros, apresentando uma queda de 10% em relação ao ano anterior. O QTL é responsável por uma parte significativa dos ganhos da Qualcomm.


Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.

O outro segmento de negócios da empresa, o QCT (Qualcomm CDA Technologies), é responsável pela maior parte de sua receita. As receitas do QCT no terceiro trimestre foram de U $ 3,57 bilhões, que equivalem a uma queda de 13%. Dentro do QCT, os embarques de chips HSH no terceiro trimestre atingiram 156 milhões, uma queda de 22% em uma comparação ano a ano.

Os resultados do QTL incluíram royalties da Apple e de outras fabricantes parceiras sob as vendas realizadas no trimestre de junho de 2019. As receitas do QTL no ano fiscal de 2018 e os primeiros seis meses do ano fiscal de 2019 não incluíram esses mesmo royalties em cima das vendas vindas da Apple. Além disso, as receitas do QTL no segundo e terceiro trimestres do ano fiscal de 2019 incluíram US$ 150 milhões de royalties devido a um contrato provisório feito com a Huawei.

Para o quarto trimestre, a Qualcomm espera obter uma receita na faixa dos US$ 4,3 bilhões a US$ 5,1 bilhões. Essa previsão, contudo, não conta com as possíveis receitas do QTL por royalties vindas das vendas de produtos da Huawei, uma vez que as negociações com a empresa chinesa ainda estão em andamento.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here