É um fato que a mulher grávida precisa beber mais líquidos do que uma pessoa em situação normal. Isso ocorre porque a água ajuda a formar a placenta e o líquido amniótico. 

As mulheres grávidas devem beber pelo menos oito a 12 copos de água por dia, tomando cuidado para evitar a cafeína, pois pode causar aumento da micção e levar à desidratação. A desidratação pode trazer complicações, como baixo líquido amniótico ou parto prematuro.

Quando a mulher está grávida é necessário que ela tome alguns cuidados extra com a alimentação e a hidratação, certos alimentos e bebidas podem ser prejudiciais para o seu bebê.

Nesse Artigo, focaremos no assunto dos chás, nosso objetivo é te mostrar os cuidados que você precisa ter com Chás durante a sua Gestação.

Entendendo os Perigos dos Chás para Grávidas

Para uma mulher, quando ela descobre que está grávida, imediatamente muitas mudanças no dia a dia e na alimentação é  necessário fazer.

 Você aprende que deve ter cuidado ou evitar certos alimentos, que deve tomar cuidado com a cafeína, evitar o álcool, o tabaco e praticamente todos os medicamentos. 

Chá de boldo pode causar aborto; veja a lista de proibidos e permitidos durante a gravidez

Uma coisa que a maioria das mulheres nesses momentos de mudança podem não perceber é que dependo da situação é potencialmente prejudicial para as pessoas grávidas é o chá.

Esse guia tem como objetivo te ajudar a evitar possíveis problemas na sua gestão, mas tenha em mente que apenas um médico pode te aconselhar corretamente de acordo com o seu estado.

chas-japoneses-saude_opt

O chá preto

Embora muitas pessoas acreditem que o Chá preto é que toda grávida precisa evitar durante a gravidez por causa de seu teor de cafeína, o chá preto é tipicamente seguro.

O chá preto é “geralmente considerado seguro”, mas que é recomendado que as mulheres grávidas limitem seu consumo não ultrapassando 4 xícaras diárias.

Além disso, você precisa observar a quantidade de cafeína expressa no rótulo, certifique-se de não beber muito chá com cafeína. A escolha de uma versão descafeinada pode ajudar. Não esqueça de consultar o seu médico referente a qualquer liberação

O chá verde

O chá verde é basicamente o mesmo sistema do chá preto, mas infelizmente a maioria da população não entende que esses chás tem quase os mesmo componentes, apenas se diferente na forma de produção.

Geralmente é considera que o chá verde é seguro para mulheres grávidas, mas, novamente, é preciso estar atento ao conteúdo de cafeína. Limitar o quanto você bebe e escolher café descafeinado quando possível para garantir a sua segurança e do feto.

Chá de hortelã ou de camomila no primeiro trimestre.

tudo-que-voce-precisa-saber-sobre-chas

Para mulheres que gosta de beber chá de hortelã, não necessariamente terá que parar de tomar enquanto estiver grávida, você provavelmente terá que tomar alguns cuidados a mais quanto a ingestão. Tomando cuidado referente a quantidade.

Para os mais cautelosos é interessante  evitar o consumo de chá de hortelã e a camomila durante o primeiro trimestre.

Segundo Natasha Richardson, fundadora da Forager Botanicals e fitoterapeuta que escreveu uma dissertação sobre ervas na gravidez.  Segundo ela “É quando os abortos são mais prováveis. É improvável que essas ervas realmente causem aborto espontâneo, mas eu não gostaria que alguém tirasse essa conclusão em uma reviravolta infeliz.” 

Como a hortelã-pimenta pode causar algumas contrações uterinas leves, algumas alguns cuidados início da gestação precisam ser intensificados.

Chá de arruda

Até esse momento nós tínhamos falado de chás que você precisava tomar cuidado, a partir de agora, entraremos em chás que são potencialmente mais perigosos para grávidas.

O chá de arruda entre muitas de suas indicações, é usado popularmente para fortalecer os vasos sanguíneos, elevar o fluxo menstrual e até mesmo como calmante. 

Entretanto, ele também apresenta funções abortivo quando ingerido em altas doses, devido às substâncias ele pode aumentar a motilidade – capacidade de realizar movimentos- do útero.

Chá de boldo: 

Eu acredito que toda mulher em algum momento da vida tenha tomado chá de boldo, em algumas famílias ele é um componente diário na geladeira, onde é muito utilizado para tratamento de problemas digestivos e hepáticos.

Grávidas devem evitar o consumo de chá de bordo, para famílias que tem ele como um componente natural da geladeira, é interessante dar uma pausa, para evitar esquecimentos e em consequência o consumo.

O Chá de boldo apresenta risco teratogênico, ou seja, risco de causar malformação fetal. O boldo verdadeiro tem funções abortiva, já o  falso-boldo causa danos no período de pré-implantação, o que pode levar a perdas embrionárias. 

O falso-boldo tem efeito relaxante na mobilidade da tuba, afetando diretamente o transporte do embrião até o útero e, por consequência, sua implantação.

Aborto no Brasil

Quando falamos em aborto, é importante lembrar as consequências dessa opção, no Brasil o aborto ainda é crime e prevê pena de 1 a 3 anos para gestantes que abortarem.

Mesmo que grande parte da população como o movimento pró-escolha, lutam para tornar legal o aborto no Brasil como escolha da gestante. 

Últimos detalhes

Independente da parte legislativa do nosso país, tome sempre cuidado com a escolha do seus chás, sempre que tiver qualquer dúvida nunca deixe de consultar o seu médico para não pôr em risco a sua saúde e a do bebê.

Não se preocupe se ocasionalmente exceder o limite recomendado em alguns dos chás mencionados acima, os riscos para o seu bebê são muito pequenos.

Leia os rótulos dos produtos antes de comer ou beber qualquer coisa que possa conter cafeína. O chá verde gelado pode conter mais do que o copo médio.

Comer uma dieta bem equilibrada durante a gravidez é de extrema importância. Existem muitos nutrientes essenciais, vitaminas e minerais que seu bebê em desenvolvimento precisa. 

Como falamos no início desse artigo, é importante que você esteja bebendo bastante água e não substituindo sua ingestão de água por café e chá.

Escute seu corpo, caso a sua xícara diária de chá verde estiver fazendo você se sentir nervoso ou não permitindo que você durma bem, provavelmente é hora de cortá-la da sua dieta para o resto da sua gravidez ou até mesmo  mudar para a versão descafeinada. 

Se você tiver dúvidas ou preocupações sobre o que deve ou não beber, fale com o seu médico. 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here