“Projeto verão”: busca por métodos repentinos pode oferecer riscos à saúde

Nutricionista alerta sobre perigos do “projeto verão” e dá dicas de como se manter mais saudável durante a estação mais quente do ano. A prática de exercícios físicos e uma...


Nutricionista alerta sobre perigos do “projeto verão” e dá dicas de como se manter mais saudável durante a estação mais quente do ano.

A prática de exercícios físicos e uma boa alimentação são parte das metas de muitas pessoas. Uma pesquisa on-line realizada pelo Ibope, encomendada pela Bayer em 2020, indica que 84% dos brasileiros desejam ter um estilo de vida mais saudável. Entretanto, apenas um terço dessas pessoas consegue dar continuidade às mudanças. 

 

O interesse é ainda maior durante o verão. A estação, marcada por altas temperaturas, sol, calor e pele mais à mostra, ajuda a reforçar o desejo por hábitos saudáveis. O conhecido “projeto verão” é uma espécie de planejamento que combina atividades físicas regulares e uma alimentação balanceada, a fim de preparar as pessoas e as deixarem mais seguras para a chegada da estação mais quente do ano. 

 

Entretanto, na busca por resultados rápidos, muitas vezes os hábitos implementados acontecem de forma indisciplinada. Especialistas orientam que se submeter a projetos rígidos do dia para a noite e sem o auxílio de um profissional pode causar inúmeros riscos à saúde. 

Riscos para a saúde 

 

De acordo com a nutricionista do aplicativo de vida saudável Smart Liv, Valesca Trapp, introduzir mudanças rígidas de alimentação de forma abrupta no dia a dia podem ocasionar diferentes problemas. “Os riscos dessas mudanças repentinas geralmente são perdas de massa muscular, mas pode haver deficiências alimentares também. A redução dos níveis hormonais também pode acontecer quando as pessoas fazem restrições muito severas de carboidrato, por exemplo, ocasionando queda de cabelo e até unhas quebradiças.” 

 

As altas temperaturas da estação, com união de prática de atividades físicas e dietas restritivas, podem favorecer uma fraqueza excessiva. Com o consumo insuficiente de nutrientes necessários, o corpo se torna fraco e sem energia para realizar quaisquer atividades do dia a dia, causando tonturas, queda de pressão e mal-estar. Além disso, a prática exacerbada de atividades físicas tende a causar lesões graves ou mais severas que põem em risco a saúde. 

 

Valesca Trapp destaca ainda que apostar em dietas sem o acompanhamento de um profissional também não é o indicado. A profissional cita a dieta low carb, uma das mais populares nos últimos meses, que alcançou a marca de 117 mil pesquisas no Google. “Sabemos que a low carb não é a forma mais segura de perder peso. Sem acompanhamento, ela pode ajudar até a criar outros problemas.”

Projeto deve durar o ano todo

 

Alcançar uma vida saudável, com alimentação balanceada e o corpo dos sonhos, não acontece do dia para a noite. Os resultados aparecem depois de um processo marcado por regularidade e dedicação. É preciso fazer o “projeto verão” e os hábitos de dieta e treino durarem todo o ano, inserindo uma rotina de exercícios físicos e uma alimentação saudável nos 12 meses. 

 

Na alimentação, deve-se consumir todos os grupos alimentares – proteínas, carboidratos, gorduras e, claro, frutas e verduras. Além disso, é importante conhecer e respeitar as quantidades ideais de cada grupo. Por esse motivo, é importante contar com o apoio e a orientação de um profissional. Um nutricionista pode traçar planos para uma reeducação alimentar, a fim de definir os melhores caminhos para alcançar o objetivo de forma eficaz.

 

Quanto às atividades físicas, contar com o acompanhamento de um professor de educação física é tarefa essencial para quem deseja resultados expressivos. O profissional é responsável por avaliar as condições físicas, traçar uma rotina segura e que mais se encaixe com o perfil de cada um.

Dicas de como se manter saudável no verão 

 

Ao falar de alimentação, é preciso ter em mente que cada estação necessita de cuidados específicos. A nutricionista Valesca Trapp destaca algumas dicas que podem ser úteis para quem deseja se manter mais saudável no verão.

Evite alimentos pesados

Segundo a profissional, o consumo de alimentos gordurosos e proteínas em excesso deve ser moderado. “No verão, a gente já fica um pouco mais propenso à desidratação e o calor também já nos deixa um pouco mais baqueados. Então, evitar esse tipo de alimento mais pesado pode ajudar a ter um dia mais leve também. É importante sempre focar no consumo de vegetais, frutas e alimentos mais frescos. Carnes magras e cereais integrais são indicados.” 

Beba bastante água 

 

Água é um dos itens indispensáveis para o dia a dia e deve ser consumida ainda mais no verão. A nutricionista dá dica de como saber a quantidade necessária de consumo. “O mínimo que a gente prescreve é de 35 ml a 40 ml por quilo de peso corporal. Uma pessoa de 70 kg teria que consumir 2,8 litros ao dia. Quem sua mais e pratica atividades físicas, deve tentar consumir acima disso”, ressalta. 

 

Consuma alimentos da estação

 

Para repor os nutrientes necessários durante essa época do ano, Valesca Trapp indica apostar em alimentos da estação. “Os alimentos da estação vão ser mais pobres em agrotóxicos, porque como eles estão na época, crescem com mais facilidade. Assim, o produtor consegue usar menos agrotóxico para manter aquela plantação saudável. Geralmente, esses alimentos são mais frescos, portanto mais ricos em vitaminas e minerais. Também como eles estão na época, geralmente têm os nutrientes que a gente necessita nesse período do ano.” 

Cuidados gerais

 

Além disso, é preciso seguir uma rotina geral durante a estação. “O cuidado especial mais importante é manter uma alimentação equilibrada, evitar cortes desnecessários de alimentos ou de grupos alimentares, sempre higienizar bem os alimentos, buscar lugares mais higiênicos e produtos mais frescos”, pontua Valesca.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Adicine um comentário

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Maior Rede de comunicação do Cariri Paraibano, Envie sua sugestão para nosso WhatsApp (83) 9.9855-1048 / portaltvcariri@gmail.com

MAIS DO

Continue lendo Compartilhar no Whatsapp