Maior parte dos 102 postos de combustíveis ativos passaram a cobrar R$ 3,95 pelo litro da gasolina.

Postos de combustíveis de João Pessoa aumentaram até R$0,30 no preço da gasolina (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

Durante dois dias, 60 postos de combustíveis de João Pessoa foram notificados pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) para que expliquem o aumento repentino do preço cobrado pelo litro da gasolina. Conforme pesquisa do Procon, o aumento começou a ser notado na terça-feira (14), quando os postos passaram a cobrar até R$ 3,95 pelo litro da gasolina.

De acordo com o secretário Helton Renê, a fiscalização do Procon-JP está percorrendo esses estabelecimentos para verificar se há indícios de abusividades nesses aumentos. O objetivo do Procon de João Pessoa é visitar todos os 102 postos de combustíveis em atividade na capital paraibana.

“Estamos atentos a esses aumentos noticiados pela Petrobras. Até porque esse aumento autorizado pela Petrobrás foi de pouco mais de 8%. Verificamos em alguns casos aumento de 20, 30 centavos, configurando cerca de 20% de aumento”, comentou.

Uma nova pesquisa comparativa de preço também está sendo realizada pela equipe do Procon, em paralelo à investigação do aumento. Na pesquisa realizada no dia 8 de novembro pelo Procon-JP, o menor preço do litro da gasolina estava a R$ 3,494, apresentando uma redução de R$ 0,135 centavos em relação ao levantamento realizado no dia 24 de outubro, que era de R$ 3,62.

O maior preço da gasolina já tinha apresentado uma leve alta na pesquisa do dia 8 de novembro, que passou de R$ 3,89 para R$ 3,95. O levantamento comparativo também verificou que 61 postos tinham baixado o preço do produto. Uma reunião entre Procon-JP e o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo da Paraíba (Sindipetro) está marcada para esta sexta-feira (17) para discutir os termos do reajuste do litro da gasolina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.