A Prefeitura de João Pessoa decidiu que não vai realizar nem a festa de réveillon nem a queima de fogos que marcariam a chegada do ano novo. Tradicionalmente realizados no Busto de Tamandaré, na divisa das praias de Tambaú e Cabo Branco, os eventos foram cancelados por causa da pandemia de coronavírus.

Trata-se de uma decisão tomada pessoalmente pelo prefeito Luciano Cartaxo (PV). Mas, depois, quem passou os detalhes sobre a medida foi Maurício Burity, diretor da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

“Com o momento que estamos passando com a Covid-19, não temos como realizar uma festa dessas. É impossível garantir o distanciamento social”, explicou Burity.

 

Maurício frisou também que a decisão se deu depois de um acompanhamento cuidadoso com relação ao número de casos da doença, que são diariamente repassados pela Secretaria de Saúde.

Com isso, é o terceiro evento cultural que aconteceria em dezembro e que acabou sendo cancelado. Isso porque já havia sido decidido sobre a não realização da oitava edição do Festival de Música Clássica, inicialmente programado para a primeira semana de dezembro.

“Como o Festival exige um planejamento muito mais intenso e demorado, resolvemos logo no início da pandemia cancelá-lo. Ficamos em compasso de espera com relação aos outros eventos no aguardo de uma vacina, mas agora já sabemos que ela não chegará a tempo”, explicou.

Por fim, o coordenador da Funjope disse que não há nenhum planejamento pensado também para o carnaval de 2021, justamente por causa da pandemia. E, agora, ficará a cargo do novo prefeito qualquer decisão.

Isso acontece porque Luciano Cartaxo encerra seu segundo mandato no fim deste ano. O próximo prefeito, a ser definido no domingo (29), será ou Cícero Lucena (Progressistas) ou Nilvan Ferreira (MDB).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.