O prefeito do município de Soledade, no Sertão da Paraíba, a 192 km de João Pessoa, Geraldo Moura (PP), resolveu exonerar todos os funcionários comissionados da gestão municipal, alegando o agravamento da crise econômica no estado e também na esfera nacional. A decisão foi publicada na edição desta sexta-feira (30), do Diário Oficial dos Municípios.

Leia também: Exoneração em massa atinge mais uma prefeitura na PB

Além da exoneração em massa, o prefeito de Soledade resolveu diminuir em 50%, o salário de todos os secretários da prefeitura, e rescindir os contratos com prestadores de serviço, com exceção dos que atuam nas áreas da saúde e nos programas federais no Município.

Encargos cortados

Alguns encargos também foram cortados, como o pagamento de horas extras e diárias, porém a medida não afetará o 13º salário dos funcionários. Também foram suspensas de forma temporária a contratação de novos funcionários efetivos.

Validade

O decreto tem validade até o fim de fevereiro podendo ser revogado a qualquer tempo, desde que atingidas as metas de redução de despesas e adequação do índice de pessoal da administração pública.

O post Prefeito exonera comissionados e corta salário de secretários apareceu primeiro em Portal Correio .

Deixe seu comentário