O prefeito Cosme Gonçalves (DEM) decidiu que vai tirar uma licença de 3 a 6 meses para tratar de sua saúde e para garantir a governabilidade no município de São João do Cariri. O gestor vem enfrentando um processo impetrado pelo Ministério Público que pede a interdição de seu mandato, por entender que o ele possui Alzimer e não está em condições de administrar o município.

Segundo confirmou uma alta fonte do governo, a decisão do afastamento se deu por decisão da própria família do gestor, que preferiu preservar sua saúde e oportunizar um tempo para ele possa fazer um tratamento sem se preocupar com a pressão feita pelo transcorrer do processo judicial e das demandas administrativas da Prefeitura de São João do Cariri.

A confirmação da licença, foi dada pela própria esposa e primeira dama do município, Socorro Ferreira. O documento com o pedido de licença deverá ser assinado até o início da próxima semana.

O processo impetrado pelo Ministério Público junto à Justiça está transcorrendo de forma célere e o prefeito já teria uma audiência na próxima quarta-feira (20). A missão de administrar São João do Cariri ficará a cargo do jovem vice-prefeito Hélder Trajano, que terá pela frente a árdua missão de reorganizar a administração municipal.

Nossa reportagem tentou contato com o vice-prefeito Hélder Trajano para confirmar a licença do prefeito Cosme, mas nossas ligações não foram atendidas.

De Olho no Cariri

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.