A Paraíba gerou 442 empregos formais, com carteira assinada, no mês de fevereiro deste ano. Apesar do saldo positivo, e baixo, que representa uma alta de apenas 0,11%, o número não repõe os mais de 7,8 mil postos de trabalho fechados em janeiro.

Leia também:

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (25), pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia.

No ano de 2019, o saldo continua negativo, com queda de 7.611 empregos com carteira assinada no estado, o que representa uma redução de 1,88%. Porém, quando se comparam dados dos últimos 12 meses, ou seja, de fevereiro de 2018 a fevereiro de 2019, houve criação de 3.374 vagas, o que corresponde a uma alta tímida de 0,86%.

Brasil

O país registrou, pelo terceiro mês seguido, a criação de empregos com carteira assinada. O resultado decorreu de 1.453.284 admissões e 1.280.145 demissões. O estoque do emprego formal alcançou 38,6 milhões de postos de trabalho.

Nos dois meses do ano, o saldo de geração de empregos formais chegou a 211.474. Nos 12 meses terminados em fevereiro, foram criados 575.226 postos de trabalho.

Segundo o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, há sinalização de “retomada consistente” do emprego no país.

“Nossa expectativa é de que essa retomada se mantenha nos próximos meses principalmente porque a economia vai bem. Esse número de empregos gerados no mês de fevereiro é uma demonstração de que as mudanças propostas – como flexibilidade, desburocratização, uma visão mais liberal da economia – passam confiança à economia real no processo de retomar as contrações”, explicou.

O post PB abre empregos em fevereiro, mas não repõe perdas de janeiro apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.