Paraibano morto durante abordagem policial no Ceará será enterrado nesta quinta, em Patos

O corpo de José Messias Guedes Oliveira, paraibano de 35 anos morto durante uma abordagem policial na cidade de Campos Sales, interior do Ceará, já foi liberado e está sendo transferido de Juazeiro do Norte para a cidade de Patos, na Paraíba. José Messias foi morto na noite de terça-feira (31), enquanto viajava de carro com amigos para o Maranhão.

Conforme a família da vítima, o corpo deve chegar a Patos por volta das 22h desta quarta (1º). O velório de Messias acontece na casa de familiares no Bairro Salgadinho em Patos; já o enterro está previsto para a quinta (2), às 17h, no Cemitério do bairro Monte Castelo

Um amigo da vítima informou que o frentista de um posto de combustíveis onde eles pararam para lanchar e abastecer o carro acionou a polícia após ter visto as malas com tacos de sinuca dentro do carro e achar que fossem fuzis. De acordo com a Federação Paraibana de Sinuca e Bilhar, os jogadores estavam indo para o 5º Campeonato Norte/Nordeste de Sinuca neste fim de semana em São Luís (MA). No meio do trajeto, eles pararam em um posto de combustíveis para abastecer, lanchar, pedir informações e depois seguir viagem.

O competidor José Messias Guedes Oliveira, 35 anos, foi atingido na região do abdômen e morreu. Um outro jogador que estava no carro foi ferido de raspão no pescoço e socorrido em um hospital. O veículo foi atingido por diversos tiros.

A secretaria da Segurança Pública do Ceará relatou que equipes da Polícia Militar foram acionadas para verificar uma denúncia anônima de “homens em atividades suspeitas em um carro”. Os militares foram até o local e avistaram o veículo na CE-371, iniciando uma perseguição. Segundo a nota, intermitentes e sinais sonoros foram ligados, mas o automóvel não reduziu a velocidade nem parou no posto rodoviário estadual de Campos Sales.

 

LEIA TAMBÉM:

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here