A Paraíba perdeu 81 bolsas de pesquisa científica na UFPB e UFCG após bloqueio e corte feito pelo Ministério da Educação (MEC) no benefícios custeados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Segundo dados passados pelas instituições, foram 42 bolsas suspensas na UFCG e 39 bolsas suspensas na UFPB. O IFPB, que também possui bolsas financiadas pela Capes, não teve registro de suspensão.

O corte nas bolsas da Capes afetou instituições em todo o país. De acordo com nota da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), os bloqueios e suspensões podem afetar pesquisas e impedir a retomada do crescimento do país. “Esses cortes que atingem o pior orçamento da década para esses setores consolidam um projeto de governo que fere de morte o ensino superior, a pós-graduação e a ciência nacional, enterrando qualquer possibilidade de retomada do desenvolvimento brasileiro e de futuro”, diz a nota.

UFPB

A Universidade Federal da Paraíba teve um corte de 39 bolsas financiadas pela Capes. De acordo com a pró-reitora de pós-graduação da UFPB, Maria Luiza Alencar, são 34 bolsas de mestrado e doutorado em todas as áreas, duas bolsas referentes ao (Proex) e duas ligadas ao Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD).

As bolsas cortadas são do campi de João Pessoa e de Areia. Conforme a pró-reitora, os cortes correspondem a 5% do total das bolsas ativas em João Pessoa e 10% no campi de Areia. São cerca de 5.100 discentes nos programas de pós da UFPB, sendo que desses, pouco mais de 1.100 são bolsistas.

“São bolsas de mérito acadêmico, que contemplam a demanda social, da carência socioeconômica dos pesquisadores”, comentou.

De acordo com a professora Maria Luiza Alencar, o sistema da Capes ficou bloqueado durante o processo de remanejamento das bolsas e ocasionou os cortes.

“Todo mês, nos primeiros 15 dias do mês, a Capes abre o sistema para implantarmos as bolsas que abrem, justamente referente aos pesquisadores que concluíram os cursos ou que começaram a trabalhar. Esse mês eram pra ter aberto, mas só abriram o sistema nesta quinta e as bolsas que estariam disponíveis foram cortadas”, explicou.

A pró-reitora explicou ainda que pode ser que o corte se repita no mês seguinte. “Se repetirem isso no próximo mês, um bloqueio do sistema, para haver um corte, pode ser que a gente perca mais bolsas. Esse processo afeta muito a universidade”, comentou.

UFCG

O vice-reitor da UFCG, Camilo Farias, relatou que a universidade foi impactada com a perda de 42 bolsas que eram financiadas pela Capes. Foram 19 bolsas de mestrado, 19 de doutorado e quatro de pós-doutorado.

“A Capes prometeu devolver até segunda 15 bolsas, sendo 10 de mestrado e 5 de doutorado, do programa de pós em Engenharia Elétrica, por ser Proex e ter nota 7”, comentou o vice-reitor da UFCG.

Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) — Foto: Marinilson Braga/UFCG

Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) — Foto: Marinilson Braga/UFCG

Conforme levantamento feito pela instituição de ensino, são 828 bolsas mantidas para amparo à pesquisa científica. São 334 de mestrado, 452 de doutorado e 42 de pós-doutorado.

IFPB não perdeu

A pró-reitora de pós-graduação do Instituto Federal da Paraíba, Silvana Cunha Costa, explicou que o IFPB não perdeu nenhuma bolsa porque todas que são mantidas pela Capes, seis bolsas do único mestrado acadêmico da instituição, estão ativas. No entanto, Silvana Cunha Costa explicou que não há garantia de renovação dessas bolsas em fevereiro, quando os pesquisadores concluírem o curso.

“Temos 15 bolsas do programa de pós, dessas, somente seis são mantidas com recursos da Capes. As demais são mantidas pela própria instituição, com recursos nossos. Mas, infelizmente, com os cortes no nosso orçamento, há uma previsão de que haverá cortes também das bolsas mantidas pelo IFPB”, lamentou a pró-reitora.

Ainda de acordo com o IFPB, havia sido previsto no orçamento bolsas de doutorado para os servidores da instituição, porém, a pró-reitora explicou que a previsão após o cortes anunciados pelo MEC é de que essas bolsas para os servidores sejam cortadas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.