Pais de bebê estuprada negam crime; delegado reforça autoria

O casal preso na tarde dessa quinta-feira (30) suspeito de ser responsável pela morte da filha, de nove meses, foi transferido para unidades penitenciárias de João Pessoa. Exames periciais confirmaram...


O casal preso na tarde dessa quinta-feira (30) suspeito de ser responsável pela morte da filha, de nove meses, foi transferido para unidades penitenciárias de João Pessoa. Exames periciais confirmaram que o bebê sofreu violência sexual. Eles foram presos em Soledade, Agreste paraibano, a 165 km de João Pessoa, e negam o crime.

De acordo com o delegado Durval Barros, que investiga o caso, o encaminhamento para a Capital aconteceu com autorização da Justiça, devido a questões de segurança, levando em consideração a revolta da população local. Os pais do bebê devem passar por audiência de custódia no início da próxima semana.

Durval Barros falou que ainda não teve acesso ao lado pericial na íntegra, mas as primeiras informações enviadas pelo Instituto de Medicina Legal (IML) foram suficientes para decretar a prisão em flagrante.

“Foi confirmado o estupro e as fotos feitas pelo IML revelam uma crueldade estarrecedora”, disse o delegado. “Os negam o abuso, mas não há dúvidas para a Polícia Civil. A violência existiu e está comprovada a omissão da mãe”, continuou Durval Barros.

Ainda conforme o delegado, o pai do bebê – apesar de negar a violência contra a filha – confessou que já tentou estuprar a sogra, no município São José de Sabugi, onde mora a família.

“O casal estava de passagem por Soledade. Não fossem terceiros terem notado que a criança estava passando mal, tendo uma convulsão, e intervindo na situação, o casal certamente não iria procurar um hospital. A criança morreria e, numa cidade menor, de repente não teria sido empenhada a atenção necessária na definição da causa da morte. Eles sairiam ilesos”, observou o delegado.

Foram os médicos que atenderam o bebê no Hospital de Soledade que perceberam os ferimentos nas partes íntimas e acionaram a polícia. Segundo apuração da TV Correio, a mãe da criança estaria apressada para que ela não precisasse passar por exames e fosse logo sepultada.

O post Pais de bebê estuprada negam crime; delegado reforça autoria apareceu primeiro em Portal Correio.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Adicine um comentário

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Maior Rede de comunicação do Cariri Paraibano, Envie sua sugestão para nosso WhatsApp (83) 9.9855-1048 / portaltvcariri@gmail.com

MAIS DO