Muitas das aves estavam sendo comercializadas de forma irregular.

Aves foram resgatadas nas feiras de Santa Rita e Bayeux, na Grande João Pessoa (Foto: Walter Paparazzo/G1)
Aves foram resgatadas nas feiras de Santa Rita e Bayeux, na Grande João Pessoa (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Nove pessoas foram detidas suspeitas de crime ambiental, na manhã deste sábado (9), nas feiras livres de Santa Rita e Bayeux, na Grande João Pessoa. A ação faz parte da operação Voo Livre, do Batalhão de Polícia Ambiental. Ao todo, foram aplicados R$ 11 mil reais em multas.

Segundo o comandante do Batalhão de Polícia Ambiental, major Cristóvão Lucas, foram resgatadas 43 aves, muitas delas sendo comercializadas de forma ilegal. Entre as espécies, havia papa-capim, caboclinho, azulão, galo de campina e sanhaço.

Ainda de acordo com o major Lucas, os suspeitos vão ser autuados por manter animal silvestre em cativeiro, sem autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Sete dos detidos estavam comercializando as aves na feira de Santa Rita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.