A Polícia Civil de São Paulo pediu, nesta segunda-feira (1º), maior prazo para conclusão do inquérito policial que apura a denúncia de agressão e estupro da modelo Najila Trindade Mendes de Souza pelo jogador de futebol Neymar Jr. O crime teria acontecido no dia 15 de maio deste ano, durante o encontro com o jogador em um quarto de hotel em Paris, na França.

A Justiça é quem vai decidir o prazo adicional que a polícia civil terá para finalizar o inquérito. Mais informações não podem ser fornecidas porque o caso segue sob sigilo de Justiça.

Em 13 de junho, o jogador Neymar depôs na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, na zona sul da capital paulista, durante cerca de três horas. A delegada Juliana Bussacos preside o inquérito. Na saída do local, o jogador agradeceu o apoio e as mensagens que está recebendo, além de dizer que estava muito tranquilo.

O post Neymar: polícia pede mais prazo para investigar acusação de estupro apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.