Uma nota de renúncia coletiva da Juventude Socialista Brasileira da Paraíba, justamente na véspera do anúncio do secretariado do governador eleito João Azevêdo, revela que áreas internas do PSB andam insatisfeitas com o processo de transição e talvez até de escolha do comando girassol. Embora a nota não cite nomes, o documento assinado por todos os dirigentes da Executiva Estadual da JSB vem carregado de mágoas que, nas entrelinhas, deixa nítido o estremecimento no grupo.

Em um dos trechos da nota, a direção, agora inexistente, diz que “vimos companheiros e companheiras, em especial do interior do estado sendo desrespeitados, tendo seu trabalho e militância ignorados e se não fosse pelo comprometimento destes e de seu esforço muitas vezes individual, para além de alguns municípios onde a JSB está organizada, efetivamente, nós não teríamos tido a presença do segmento organizado de juventude do PSB ao longo do processo eleitoral de 2018”.

Mais a frente o grupo reclama da ausência de lideranças girassóis. “Diante disso compreendemos que o problema que vivenciamos na atualidade, não é ocasionado pelos quadros e militantes de nossa juventude, mas sim pela supressão de suas capacidades e a ausência de liderança de quem hoje ocupa a função para dirigir este volumoso e qualitativo contingente”.

Os ex-líderes da JSB vão ainda mais além. Eles falam que sem a atenção devida, as conquistas socialistas no estado estão em risco. “Contudo, sem a ação em nível estadual para auxiliar e somar esses esforços, percebemos que essas conquistas até aqui obtidas estão em risco, pois se rumarmos para a estagnação tal qual estamos, nosso declínio será iminente”.

A nota renúncia está subscrita no dia 23 de novembro, mas somente agora veio à tona.

Leia a nota na íntegra

Nota de Renúncia Coletiva da Executiva Estadual da Juventude Socialista Brasileira da Paraíba

É com pesar que nós membros eleitos no 5º Congresso Estadual da Juventude Socialista Brasileira da Paraíba (JSB/PB), realizado no dia 23 de setembro de 2017 em João Pessoa/PB, e que aqui subscrevemos este documento, anunciamos a nossa renúncia coletiva da Executiva Estadual da Juventude Socialista Brasileira da Paraíba.

Pode parecer estranho ou até mesmo inusitado, que uma organização partidária após um processo eleitoral onde nosso partido obteve uma grande e definitiva vitória em nível estadual, apresente ao seus filiados e à sociedade um processo de desmonte ao qual aqui nos referimos e que nos leva a esta medida.

Contudo, não nos cabe, enquanto jovens militantes o papel de um suposto conforto que a vitória pode nos trazer, na realidade, o horizonte que surge para nós jovens organizados na Paraíba e no Brasil, é de uma necessidade permanente de organização e prontidão. E infelizmente, não é essa a condição que a Executiva Estadual da JSB se encontra.

Antes de mais nada, vale salientar que esse documento não é destinado a atacar quem quer que seja, sua história ou construção, também não trata-se de uma ação para romper ou comprometer a nossa organização, pelo contrário, este é um último ato e em última instância após a percepção coletiva de que um ciclo que já foi capaz de resultados importantes, hoje, caracteriza-se como um entrave para a continuidade do crescimento quantitativo e qualitativo da JSB na Paraíba. Portanto, diante da impossibilidade de ajustes já buscados, mas sem êxito para que pudéssemos solucionar esta situação, nós tomamos essa medida que sim, é drástica, porém é a única capaz de possibilitar a tomada de um novo e melhor rumo para o nosso segmento de juventude organizado do Partido Socialista Brasileiro (PSB) em nosso estado.

O fato é que ao longo de 2018, a Executiva Estadual da JSB efetivamente não existiu, nossa última reunião realizada ocorreu no dia 22 de dezembro de 2017 e mesmo dela, não tivemos os encaminhamentos efetivados. Mesmo em um ano eleitoral como o que vivemos, nenhuma organização prévia, nem mesmo no decorrer do processo ocorreu, pelo contrário, assistimos ao longo desse período a centralização das decisões sem qualquer tipo de consulta, diálogo prévio ou aviso. Vimos companheiros e companheiras, em especial do interior do estado sendo desrespeitados, tendo seu trabalho e militância ignorados e se não fosse pelo comprometimento destes e de seu esforço muitas vezes individual, para além de alguns municípios onde a JSB está organizada, efetivamente, nós não teríamos tido a presença do segmento organizado de juventude do PSB ao longo do processo eleitoral de 2018. No nosso entender as causas para tal estão na centralização das decisões, no desrespeito as instâncias partidárias e no uso para benefício próprio de nossa organização juvenil, condutas que não podemos mais tolerar.

Em um paralelo simples, entre as eleições de 2014 e as de 2018, nossa organização hoje, está presente e estruturada em menos municípios do que estava 4 anos atrás, um contrassenso diante do avanço de nosso projeto por toda a Paraíba e dos próprios resultados obtidos pela JSB em especial dentro dos movimentos sociais e da própria estrutura do PSB e da JSB em nível local e nacional. Hoje após 12 anos de ausência, voltamos a ocupar uma vaga na Executiva Nacional da JSB e mantivemos a vaga que já tínhamos no diretório, também é da Paraíba a indicação de nosso segmento para a 2ª Vice-presidência da União Nacional dos Estudantes (UNE), além da ocupação por parte da JSB dos diretórios estaduais e municipais do PSB, isso sem abordar a nossa majoritária presença no movimento estudantil universitário, além de coletivos e outras formas de organização juvenil.

Diante disso compreendemos que o problema que vivenciamos na atualidade, não é ocasionado pelos quadros e militantes de nossa juventude, mas sim pela supressão de suas capacidades e a ausência de liderança de quem hoje ocupa a função para dirigir este volumoso e qualitativo contingente. A JSB é se não a maior, mas sem dúvidas alguma, a organização de juventude que mais conduz e ocupa espaços próprios das juventudes na Paraíba. Porém, esse êxito se deve aos seu núcleos e militantes que tem por conta própria ou pela ação de sua organização em nível municipal, conseguido avançar. Contudo, sem a ação em nível estadual para auxiliar e somar esses esforços, percebemos que essas conquistas até aqui obtidas estão em risco, pois se rumarmos para a estagnação tal qual estamos, nosso declínio será iminente.

É diante desse cenário que nós entendemos necessária esta ação que a partir desse documento tomamos, para que a JSB possa no mais breve espaço de tempo, tendo em vista a não existência de diretório eleito na JSB/PB, o Art. 15 do Regimento da JSB e o Art. 24 do Estatuto do PSB, realizar um novo congresso para que seja reorganizada a nossa juventude em nível estadual e que possamos a partir disso garantir uma organização partidária no mesmo nível dos desafios que a conjuntura nos impõe e que nossa aguerrida militância merece.

Precede a nossa renúncia coletiva, a renúncia de dois outros membros que por motivos de foro pessoal, já haviam renunciado a suas funções, reduzindo assim, de 9 para 7 membros o corpo de nossa executiva até a presente data, sem que tenha havido qualquer tipo de ato de recomposição destas cadeiras vacantes.

A partir desse documento e de nossa renúncia, acreditamos estar em defesa da democracia partidária, do presente e futuro do PSB na Paraíba, assim também como do nosso projeto de gestão e sociedade. Nós seguimos comprometidos/as na defesa do socialismo, da liberdade e permaneceremos unidos, fortalecidos/as e irmanados/as  com os e as companheiros de todo o estado para daqui em diante iniciar um novo ciclo de renovação, horizontalidade, formação e crescimento para a JSB em todo o estado. Os girassóis até aqui colhidos voltarão a ser regados e nós retornaremos a semear vitórias, conquistas e esperança para o nosso povo.

Subscrevem está carta :

Jeremias Jerônimo Leite-  vice presidente

Pedro Matheus de Melo Benevides Pessoa – Secretário Geral

Isarel Monteiro dos Santos – 1° secretário 

Jessica Arisla Rodrigues de França – Secretaria de JSB Femenista

Paraíba, 23 de novembro de 2018.

O post Na véspera do anúncio de João, nota revela insatisfação em grupos do PSB apareceu primeiro em Portal Correio .

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 + 1 =