MPPB investiga fraude em prefeituras para aumentar salário de servidores

Inquérito instaurado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) vai apurar denúncia de que servidores de quatro prefeituras estariam conseguindo afastamento para frequentar cursos de mestrado/doutorado em uma instituição irregular e...

por


Inquérito instaurado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) vai apurar denúncia de que servidores de quatro prefeituras estariam conseguindo afastamento para frequentar cursos de mestrado/doutorado em uma instituição irregular e sem reconhecimento pelo Ministério da Educação para obter vantagens, como por exemplo, aumento salarial. A  portaria foi publicada na página 16, do Diário do Ministério Público desta quarta-feira (23).

A denúncia feita de forma anônima foi encaminhada à ouvidoria do MPPB e sugere que tais irregularidades estariam acontecendo nas prefeituras de Itabaiana, Mogeiro, Juripiranga e Salgado de São Félix, todos localizados no Vale do Paraíba, Agreste do estado.

O caso está sendo conduzido pela promotora Ana Carolina Cavalcanti, que determinou a identificação de supostos responsáveis, bem como a coleta de provas, caso necessários, para ao final, adotar as medidas judiciais cabíveis.

O post MPPB investiga fraude em prefeituras para aumentar salário de servidores apareceu primeiro em Portal Correio.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Adicine um comentário

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

MAIS DO

Continue lendo Compartilhar no Whatsapp