O Ministério Público do Estado da Paraíba abriu um inquérito civil para investigar supostas irregularidades se caracterizando improbidade administrativa praticadas pelo servidor público Valdin José Leite de Andrade e a prefeita da cidade de Monteiro Anna Lorena Farias Nóbrega.
 
De acordo com a denúncia o funcionário Valdin José Leite de Andrade o “guga do pipoco” não estaria prestando serviços na secretaria de infraestrutura onde é concursado, ainda na publicação do Diário Oficial, Guga, atualmente residiria em João Pessoa onde possivelmente estaria estudando e por essa razão não presta a carga horaria de trabalho na Prefeitura de Monteiro.
 
No sagres o servidor tem um vencimento de R$: 2.436,00 (dois mil quatro centos e trinta e seis reais) que estão sendo pagos mensalmente, um outro ponto que chama atenção e que, Valdin, o Guga, tem o salário mais alto entre os eletricistas contratados pelo município de Monteiro.
 
A sala 10, empresa contratada pela prefeitura para cuidar das campanhas publicitarias pagou ao site o pipoco que é atualizado por Valdin a quantia de R$ 735,00 (setecentos e trinta e cinco reais) referente ao mês de Setembro. Se somados os vencimentos chegam a R$ 3.171,00 (três mil cento e setenta e um reais).
 
A investigação foi instaurada em 16 de Novembro e publicada em 26 de Novembro no DO, se confirmado o crime o servidor terá de devolver o dinheiro recebido indevidamente e a prefeita reponderá por improbidade administrativa.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.