O procurador da República, Bruno Barros de Assunção, determinou a instauração de um inquérito civil para apurar as péssimas condições de segurança de segurança de uma das passarelas construídas na BR-230, no Distrito de Santa Terezinha, em Campina Grande, no Agreste paraibano.

A medida foi publicada nas páginas 84 e 85, da edição desta quarta-feira (15), do Diário do Ministério Público Federal Eletrônico (DMPF).

De acordo com o procurador, o inquérito vai dar continuidade às diligências adotadas para verificar as providências tomadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para conservar e manter esse espaço público.

O Ministério Público Federal terá o prazo de um ano para concluir o inquérito, de acordo com resolução do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

O post MPF vai apurar condições de segurança em passarela na BR-230 apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.