O Ministério Público Federal da Paraíba (MPF-PB) enviou na manhã desta segunda-feira (23) um ofício ao prefeito do município de São João do Tigre, Célio Barbosa (Republicanos), pedindo explicações sobre a origem dos recursos utilizados para promover um show com aglomeração de pessoas, durante a pandemia. Já o empresário da banda Cavaleiros do Forró foi notificado pelo órgão para dar esclarecimentos sobre a contratação.

O G1 tenta entrar em contato com Márcio Leite e com Célio Barbosa desde as 13h30 deste domingo (22), mas as ligações não foram atendidas. A produção da banda Cavaleiros do Forró foi procurada para enviar posicionamento, mas não foi enviada nenhuma resposta.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde explica que a taxa de transmissão aumentou na Paraíba e que este tipo de atividade, com aglomeração de pessoas, é contraindicada.

A apresentação promoveu uma aglomeração de pessoas no centro da cidade, que está localizada no Cariri paraibano, na noite do sábado (21). A festa foi promovida pelo prefeito da cidade, Célio Barbosa junto ao prefeito eleito do município, Márcio Leite (Republicanos), para comemorar a vitória de Márcio.

A finalidade do ofício é identificar se o evento foi custeado com dinheiro público ou privado. No documento, o órgão ministerial também solicita que o gestor encaminhe uma cópia das autorizações sanitárias para a realização do evento.

Na notificação destinada ao empresário do grupo musical, o MPF reforça o pedido de explicações sobre as autorizações instituições sanitárias para realização da festa e sobre como a contração aconteceu.

Ambos têm o prazo de 10 dias para que os esclarecimentos sejam encaminhados para Ministério Público Federal.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, a cidade não deveria realizar eventos deste tipo uma vez que regrediu para a bandeira amarela desde o último boletim do protocolo Novo Normal, publicado no dia 14 de novembro.

Em vídeo postado pela banda nas redes sociais neste domingo e em uma foto enviada ao G1 por uma moradora da cidade que preferiu não se identificar, é possível ver que milhares de pessoas estão na frente do palco, várias delas sem máscara. Este foi o primeiro show do grupo desde o início da pandemia.

“Depois de 8 meses voltamos ao palco, e foi emocionante. Não bastasse o prazer de cantar e fazer as pessoas um pouco mais felizes, ontem tb estávamos representando milhares de famílias desempregadas que estavam tristes, desprezadas, doloridas e até com fome. Obg Paraíba!! Obg São João do Tigre, vcs estarão para sempre na nossa história”, postou a banda nas redes sociais.

O anúncio do show foi feito pelo prefeito eleito nas redes sociais. Nos textos de convite da população, ele explica que o show aconteceria na Praça Central e que a festa se chama “Festa 10”, o número do partido dele, como um agradecimento à vitória nas urnas.

Conforme o boletim do coronavírus do domingo, São João do Tigre têm 31 casos e uma morte por Covid-19 registrados, porém, o hospital de referência dos casos na cidade fica em Campina Grande que, conforme o mesmo boletim, está com taxa de ocupação de 34% nos leitos de UTI adulto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.