MP investiga gastos com diárias e locação de carros em Câmara de São Bento, PB

Promotor deu prazo de 15 dias para que o presidente prestasse os esclarecimentos em sua defesa.

A Promotoria de Justiça Cumulativa de São Bento instaurou um inquérito civil público, na quarta-feira (25), para apurar suposta prática de improbidade administrativa pelo presidente da Câmara Municipal de Vereadores do município, Adaildo Dantas. O Ministério Público da Paraíba (MPPB) abriu uma investigação para verificar se houve utilização excessiva de uso de diárias pelo vereador e outros atos irregulares.

De acordo com o promotor de Justiça, Osvaldo Lopes Barbosa, se for comprovada, a conduta se enquadraria em desvio de finalidade no uso das verbas públicas e isso implica em ato de improbidade por parte do agente político. O membro do MPPB, requisitou que o presidente da Câmara, alvo da investigação, encaminhasse cópias da lei de concessão das diárias e de documentos de comprovação das que foram emitidas nos últimos seis meses.

O promotor deu um prazo de 15 dias para que o vereador Adaildo Dantas prestasse os esclarecimentos em sua defesa e encaminhasse a documentação requerida. O G1 não conseguiu contato com o vereador.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.