Um inquérito civil foi instaurado pelo Ministério Público da Paraíba nesta quinta-feira (25) para investigar a denúncia de degradação ambiental na retirada ilegal no leito do rio Paraíba nas cidades de Pilar e Itabaiana, no interior da Paraíba. Uma denúncia semelhante registrada junto ao Ministério Público Federal (MPF) em março deste ano também resultou em um inquérito civil de extração ilegal de areia no leito do rio Paraíba em Pilar.

De acordo com o MP, a extração da areia não está obedecendo as regulamentações vigentes e o trabalho não tem sido fiscalizado adequadamente pelos responsáveis para coibir a prática.

Ainda de acordo com a abertura do procedimento, foi expedido ofício à Superintendência de Administração do Meio Ambiente requisitando informações sobre quais as medidas tomadas para coibir a extração ilegal.

A abertura do inquérito se dá, de acordo com o promotor de justiça José Farias de Souza Filho para que novas diligências sejam feitas e os fatos denunciados ao Ministério Público sejam apurados.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here