O delegado Alberto Jorge, que investiga o caso de um ônibus que atravessou a Avenida Almirante Barroso e invadiu uma calçada na região da Lagoa, Centro de João Pessoa, deixando três pessoas feridas, afirmou nesta segunda-feira (11), que o motorista do ônibus vai responder por lesão corporal dolosa e pode ser preso por até dois anos.

Ao Portal Correio, o delegado contou que o motorista já prestou depoimento sobre o caso e disse ter passado mal antes de perder o controle do coletivo.

“Ele (motorista) alegou que passou mal durante a condução do veículo e perdeu o controle do ônibus. Vamos continuar ouvindo envolvidos no acidente, como testemunhas e os feridos, mas vamos indiciá-lo pelo artigo 303 do Código de Trânsito (praticar lesão corporal culposa na direção de veículo automotor, que resulta em pede entre 6 meses e dois anos de detenção e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor)”, contou o delegado.

O acidente

Um ônibus do consórcio Navegantes, que faz a linha 602 – Mandacaru, invadiu a Avenida Almirante Barroso e deixou pelo menos três pessoas feridas, no início da tarde desta terça-feira (5), na região do Parque da Lagoa, Centro de João Pessoa.

De acordo com a Polícia Militar, o ônibus trafegava pela via exclusiva para transporte coletivo quando o motorista perdeu o controle do veículo, que atravessou o canteiro central e invadiu a avenida e a calçada. Após atravessar o canteiro, o ônibus bateu em um táxi e em outro carro, que foi esmagado, além de colidir com um poste, que ficou pendurado na fiação.

Conforme a Polícia Militar, uma pessoa que estava dentro do ônibus passou mal e precisou ser socorrida. Além disso, outra pessoa que passava pelo local foi atingida e também foi atendida. A terceira pessoa ferida foi uma mulher que teria sido pisoteada por outras que tentaram fugir do acidente.

O post Motorista de acidente na Lagoa poderá ser preso ou perder CNH apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.