Moradora denúncia Prefeitura de Sumé por perseguição; vídeo ultrapassa 800 mil visualizações
 
A Moradora Noêmia Bezerra fez uma transmissão ao vivo através do Facebook no ultimo dia 08 de agosto denunciando perseguição por parte da prefeitura de Sumé por não deixar ela trabalhar vendendo lanche na praça José Américo no centro da cidade.
 
De acordo com o vídeo a comerciante afirma que a prefeitura está fazendo perseguição para impedir a mesma de trabalhar durante o dia, o caso vem se estendendo desde Novembro de 2017. Noêmia afirma que moveu uma ação judicial e que o promotor concedeu o direito de trabalhar no entanto os fiscais da prefeitura de Sumé não permitem.
 
21742983_1391251687662209_6565092487015255240_n
Prefeito de Sumé – Eden Duarte (Reprodução/Facebook)

A Prefeitura de Sumé não se manifestou publicamente sobre o caso. O Prefeito do municipio Eden Duarte publicou em seu Facebook pessoal afirmando que “Houve uma determinação do Ministério Público, do conhecimento dela e de vários outros comerciantes (vez que assinaram a ata da reunião com o promotor) para que todos os trailers e congêneres fossem retirados da praça José Américo e do seu entorno para colocação na Rua Sizenando Leite, ao lado dos correios”.

 
Noêmia ainda diz que esta sofrendo ameaça e que vai reabrir o processo pedindo mais uma vez o direito de trabalhar.
 
Veja o vídeo abaixo:

Leia Também:

 

Deixe seu comentário