O secretário de Assistência Social do município de Cuité, no Agreste paraibano, deve ser demitido de sua função por se enquadrar na Lei da Ficha Limpa. A recomendação foi da Promotoria de Justiça da cidade, que expediu notificação recomendatória para a exoneração de Dagmando Lopes.

A recomendação foi expedida pelo promotor de Justiça Dennys Carneiro Rocha dos Santos e o prazo dado para a prefeitura acatar foi de 10 dias. Conforme a decisão da promotoria, o Artigo 179 da Lei Orgânica Municipal diz que pessoas que se enquadrem na Ficha Limpa não devem ocupar cargos na administração.

De acordo com a recomendação, Dagmando Lopes já foi demitido do serviço público (função de conselheiro tutelar) em decorrência de procedimento administrativo, encaixando-se em um dos casos previstos na Lei da Ficha Limpa.

Nepotismo

Também havia sido recomendado que o servidor de cargo em comissão Ariston da Costa Farias Júnior fosse exonerado por ser irmão do secretário de Arilton de Macedo Farias, o que configurava um caso de nepotismo. Segundo informações da Promotoria, a exoneração já ocorreu.

O post Ministério Público recomenda demissão de secretário ‘ficha suja’ em Cuité apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.