Maternidade de Patos realiza mais de 400 consultas no ambulatório de alto risco para gestantes nos últimos seis meses

A Maternidade Dr. Peregrino Filho, de Patos, realizou, entre os meses de janeiro e junho deste ano, 438 consultas em gestantes no ambulatório de alto risco. O serviço, que funciona de segunda a sexta-feira, está inserido na política de saúde pública do estado que busca reduzir os índices de mortalidade materna. As gestantes que utilizam o ambulatório são encaminhadas pelas Secretarias de Saúde municipais para a 6ª Regional de Saúde que, junto à Maternidade, faz a marcação das consultas.

 

O diretor da maternidade, Dr. Umberto Marinho Júnior, lembra que esse serviço já existia na unidade, mas foi ampliado, desde o ano passado. “Antes tínhamos o ambulatório, duas vezes na semana, agora atendemos todos os dias da semana, o que possibilitou atender um maior número de gestantes, fazendo com que elas tenham a oportunidade de terem um acompanhamento mais criterioso e com isso diminuir o índice de complicações e morbidade durante essas gestações de alto risco”, explica o médico.

Ele lembra que essa ampliação é fruto de uma parceria com as instituições de ensino superior Faculdades Integradas de Patos (FIP) e a Faculdade Santa Maria (FSM), de Cajazeiras, do curso de Medicina, que estão cedendo os profissionais obstetras para fazer os ambulatórios com o acompanhamento dos alunos destas instituições.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here