Manaus suspende vacinação contra Covid-19 por um dia

Nesta quinta (21), a vacinação contra Covid-19 foi suspensa em Manaus, capital do Amazonas, por um dia, para definir quais unidades e profissionais de saúde devem ser priorizados nesta primeira...

por


Nesta quinta (21), a vacinação contra Covid-19 foi suspensa em Manaus, capital do Amazonas, por um dia, para definir quais unidades e profissionais de saúde devem ser priorizados nesta primeira etapa da campanha de imunização. A necessidade veio após denúncias de irregularidades e devido ao baixo número de doses da CoronaVac disponibilizadas pelo governo federal até o momento. Com isso, apenas profissionais do Samu seguirão sendo vacinados hoje.

Durante a pausa, serão definidos critérios para priorizar os profissionais de saúde que mais necessitam da inoculação. Após tal definição, as unidades de saúde do município deverão enviar uma lista com nome dos profissionais e o setor em que atuam, para que a Secretaria de Saúde de Manaus faça o replanejamento da primeira etapa da vacinação contra Covid-19 na cidade. A previsão é de que a campanha seja retomada na sexta (22).

Decisão foi tomada em reunião nesta quarta (20)

A decisão pela suspensão temporária da vacinação na capital amazonense partiu das secretarias de Saúde de Manaus e do Amazonas, que se reuniram com representantes do Ministério Público Estadual, do Ministério Público Federal, da Defensoria Pública Estadual, da Defensoria Pública da União e do Ministério Público do Trabalho.

A reunião concluiu que a prioridade para receber a vacina deve ser de profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus e, portanto, estão mais expostos. Também serão levados em conta fatores como idade e comorbidades dos profissionais. Aqueles que já receberam a primeira dose da CoronaVac tiveram a segunda garantida, segundo decisão dos presentes na reunião.

Falta de doses pode afetar vacinação em todo Brasil

De acordo com a prefeitura de Manaus, em dois dias de vacinação contra Covid-19, 1.140 profissionais da saúde receberam a primeira dose da CoronaVac, de um total de 40.072 doses da vacina recebidas do governo federal. Segundo cálculo das autoridades locais, o número de doses recebidas é suficiente para vacinar apenas 34% dos profissionais de saúde do estado do Amazonas.

A falta de vacina contra Covid-19 pode obrigar outros estados e municípios a interromperem o programa de vacinação iniciado nesta semana. No total, 6 milhões de doses da CoronaVac, vacina da Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, foram distribuídas pelo governo federal. Outras 4,8 milhões de doses da CoronaVac, essas envasadas no Brasil, aguardam aprovação de uso emergencial pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Mesmo após aprovação de uso das doses envasadas em território nacional, o total de 10,8 milhões de doses é insuficiente para vacinar os cerca de 14,8 milhões de profissionais de saúde do país. O cenário é ainda pior quando levado em conta o fato de que a vacina precisa ser aplicada em duas doses, o que gera uma demanda por 29,6 milhões de doses.

Para contornar a situação, o Instituto Butantan há 15 dias aguarda a chegada de insumos vindos da China, para seguir com a produção da vacina no Brasil. O acordo com os chineses prevê a venda de matéria-prima para a fabricação de 46 milhões de doses, todas já compradas pelo governo federal.

Avalie o Texto.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Adicine um comentário

Escreva seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.