De acordo com o chefe da Divisão de Policiamento do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB), major Edmilson Castro, durante o ano de 2018, a Operação Lei Seca flagrou 1.004 motoristas por dirigirem sob a influência de álcool. Foram registrados 15.891 testes de bafômetro e 335 veículos foram removidos aos pátios do órgão. Além disso, foram lavrados 1.068 autos por infrações diversas. Nesse período, nove motoristas foram conduzidos à delegacia e 846 carteiras de habilitação (CNHs) foram apreendidas.

A Operação Lei Seca foi implantada na Paraíba em 2012 e, desde então, desenvolve ações de combate à ingestão de álcool e condução de veículos, por meio de fiscalização e atividades educativas.

Segundo o major Edmilson Castro, “muitos motoristas ainda insistem em desobedecer às leis de trânsito, mas os agentes da Operação Lei Seca, com o apoio da Polícia Militar, estão empenhados para que vidas sejam preservadas no trânsito do nosso Estado”.

O CTB prevê que os condutores de veículos flagrados sob efeito de álcool estão sujeitos à multa no valor de R$ 2.934,70, além de responder a processo administrativo de cassação da CNH por um ano. Em caso de reincidência, será cobrado o dobro do valor da multa e o condutor responderá pela cassação da CNH pelo período de dois anos.

O post Lei Seca flagra mais de 1 mil motoristas embriagados em 2018 apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.