O Juiz da 57ª Zona Eleitoral de Cabedelo, Salvador Vasconcelos, e o juiz auxiliar designado para auxiliar no pleito, Sivanildo Torres, negaram pedido formulado pela coligação “A Voz do Povo”, encabeçada pela candidata Eneide Regis (PSD), na manhã deste domingo (17), pedindo a não publicação do resultado final da Eleição Suplementar no município. O pedido foi apresentado nesse sábado (16), na véspera da votação para escolha do prefeito e vice-prefeito para o mandato tampão até 31 de dezembro de 2020.

A Coligação de Eneide Régis alegou a pendência existente no Demonstrativo de Regularidade dos Atos Partidários (DRAP) da Coligação “A Força Do Trabalho” (PRB/MDB/DEM/PSB), encabeçada pelo candidato Vítor Hugo (PRB), que possui questionamentos quanto a data de validação do diretório municipal do PSB, partido do  candidato a vice-prefeito, Aguinaldo Silva (PSB). Adversários questionam que o diretório havia sido dissolvido e só teria sido validado após a convenção.

Com a decisão dos magistrados, o resultado da Eleição em Cabedelo será divulgado logo após a totalização dos votos, porém, a Justiça Eleitoral não vai proclamar o eleito, enquanto não houver a decisão sobre o Drap, que teve sentença anulada pelo TRE-PB e foi remetido para novo julgamento na primeira instância.

Visita

O início do processo de votação em Cabedelo foi acompanhado pelo desembargador José Ricardo Porto, que está na presidência interina do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), por um período de 35 dias. Ele visitou o local de totalização dos votos e alguns seções eleitorais, acompanhado dos demais membros da Corte, servidores, representantes do Ministério Público Eleitoral e da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional da Paraíba (OAB-PB), representada pela presidente da Comissão de Direito Eleitoral e Parlamentar, a advogada Adriana Rodrigues.

Porto destacou a tranquilidade do processo e o transcurso normal do pleito em todas as seções que visitou instaladas na Faculdade de Ciências Médicas, onde está concentrado o maior colégio eleitoral da cidade. Inclusive se reuniu os juízes eleitorais que estão coordenando o Pleito e a equipe de técnicos do TRE-PB, que prevêem que a divulgação do resultado seja feita em até uma hora do termino da votação. Ou seja, se tudo correr bem os eleitores de Cabedelo conhecerão o eleito até as 18h.

Com informação de Adriana Rodrigues, do jornal CORREIO

O post Justiça nega pedido de não divulgação do resultado em Cabedelo apareceu primeiro em Portal Correio .

Deixe seu comentário