A Justiça de Cabedelo, na Grande João Pessoa, acatou ação movida pela Prefeitura da cidade e tornou indisponíveis os bens da ex-primeira-dama do município e pré-candidata à prefeita, Eneide Régis (PSD). A decisão foi prolatada pela juíza da 3ª Vara Mista da comarca local, Giovanna Lisboa Souza.

Leia também: TCE pode abrir investigação para apurar se Estado fez licitação

Na ação, a magistrada determina o bloqueio dos bens do ex-prefeito e esposo de Eneide, José Régis. Como os bens são pertencentes à família, a decisão também atinge a pré-candidata.

Prefeitura cobra R$ 10 milhões

De acordo com os autos, a quantia cobrada pela Prefeitura chega à soma de R$ 10 milhões. Para pagar a dívida, Zé Régis teria apresentado alguns bens dados em garantia de pagamento na ação movida pelo município.

O ex-gestor também responde a outras ações oriundas de acórdãos do Tribunal de Contas, cujas somas ultrapassam os R$ 7 milhões.

O post Justiça decreta indisponíveis bens de Eneide Régis, em Cabedelo apareceu primeiro em Portal Correio .

Deixe seu comentário