Luiz Gama, conhecido radialista de Goiás, resolveu usar a conta que tem no Twitter para realizar algumas postagens que logo repercutiram na web por causa do conteúdo apontado pelos internautas como racista e homofóbico.

“Putz! Onde o Brasil vai parar? Queimar a rosca agora é moda. Um apresentador de telejornal de qualidade média virou a bola da vez no jornalismo nacional só porque revelou que sua rosquinha está à disposição. A qualidade profissional que se f…”, disparou o jornalista.

“O Jair Bolsonaro está corretíssimo ao acabar com o registro na DRT e por acabar com a exigência de diploma para jornalistas. Afinal, tem uma fraquíssima em rede nacional só por causa da cor de pele e outro comunzão fazendo fama só porque avisou que queima a rosca”, declarou em outro tuíte.

Maju Coutinho, que apresenta o Jornal Hoje, e Matheus Ribeiro, jornalista da TV Anhanguera, afiliada da Globo em Goiás, que virou assunto após ser o primeiro homossexual a comandar o Jornal Nacional, supostamente seriam os alvos das críticas de Gama.

Matheus revelou que entrará com um processo contra o radialista.

Com Observatório da Televisão

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.