Prefeitura de Monteiro PB

As investigações da Polícia Federal desencadeada na ultima quarta-feira(24) na cidade de Monteiro balançou com a administração municipal da cidade de Monteiro.

A Polícia Federal chegou na cidade nas primeiras horas da manhã vistoriando a casa da Prefeita da cidade, Anna Lorena, da secretaria de Saúde, Anna Paula e a secretaria de Educação, Anna Lima, alem do setor de licitação da prefeitura, secretaria de educação e secretaria de saúde onde cumpriu mandatos de busca e apreensão de mais de 30kg de documentos, além de computadores, e celulares . Em matéria veiculada no Portal TV Cariri em 4 de Abril de 2019 estampava a seguinte manchete: Escândalo nas Licitações; as 3 Anas na mira das investigações em Monteiro, você pode ler clicando aqui.

Na matéria é possível acompanhar a ordem cronológica das investigações, com a chegada da Polícia Federal na ultima quarta-feira (24/07) com mandados de busca e apreensão pegando a administração de surpresa que teve que correr para encontrar documentos e entregar aos agentes envolvidos na Operação.

Polícia Federal na casa da prefeita de Monteiro

Diferente da cidade de Campina Grande, as investigações que acontecem em Monteiro seguem em segredo de Justiça e o que chama a atenção e que o nome FEUDO remete ao vínculo familiar detectado nas documentações levadas pela policia. É de conhecimento de toda a população monteirense inclusive já divulgado pelo próprio site Portal TV Cariri as licitações vencidas pelos TIOS da prefeita Anna Lorena.

Entre os anos de 2017 e 2018 a CGU aponta um desvio de mais de 5 milhões de reais dos cofres da prefeitura de Monteiro, no ano de 2018 a prefeitura de Monteiro foi alvo de denuncias junto ao MP por que a empreiteira do tio de Anna Lorena, prefeita da cidade, tem contratos com o município. Não somente o grau de parentesco entre as partes impressiona, como também os valores de quase 1 milhão de reais na gestão da sobrinha.

Na prefeitura de Monteiro, a Rainha Empreiteira LTDA foi contratada para coletar resíduos sólidos com caminhões compactadores. A empresa já embolsou quase três milhões de reais da prefeitura de Monteiro.

Levando em consideração que as investigações seguem em segredo de justiça tendo em vista desarticular um grupo criminoso atuante na cidade ficam muitas perguntas no ar enquanto a PF não pode responder. Em quais esferas do poder público o grupo atua ? Qual o grau de parentesco dos envolvidos? Quanto de recurso público foi desviado? Nomes dos integrantes do grupo? Quais os módus operandi?

Em nota a prefeitura afirma que: “Que repudia a informação divulgada, por setores da imprensa fomentados equivocadamente pelo grupo de oposição, cujas práticas são conhecidas na Paraíba pelo uso vultuoso de recursos financeiros, na tentativa de confundir a opinião pública a cerca dos supostos fatos”.

Se a prefeitura diz que repudia a informação divulgada, estaria o secretario de comunicação batendo de frente com a imprensa Paraibana e contrariando a nota oficial da Polícia Federal enviada aos veículos de comunicação?

No programa Correio debate na 98 correio Fm o Jornalista Nilval Ferreira “peitou” o secretario de Comunicação Fred Menezes, ouça o áudio:

 

As investigações correm em ritmo acelerado e Monteiro se prepara para viver novos episódios desse capítulo que esta apenas começando.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.