Moradores e donos de estabelecimentos comerciais da Orla de João Pessoa começaram a ser notificados, nesta segunda-feira (5), pela Companhia Paraibana de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) para que verifiquem se o esgoto doméstico, industrial, como também as águas servidas estão sendo corretamente direcionadas à rede de esgotamento sanitário.

Conforme a Cagepa, o primeiro bairro a receber o comunicado é Manaíra, onde cerca de7 mil imóveis devem ser notificados nos próximos dias.

A ação faz parte de um projeto piloto firmado em forma de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre a Cagepa, o Ministério Público Federal (MPF), a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Paraíba (OAB-PB), com o objetivo de identificar e sanar os fatores que causam poluição nas praias da Capital.

“O usuário deverá corrigir a ligação, caso haja alguma eventual irregularidade, até o dia 31 de dezembro deste ano, sob pena de responsabilização e sanções”, afirmou o presidente da Cagepa, Hélio Cunha Lima.

A partir de 2 de janeiro até 31 de março de 2019, um grupo de trabalho formado por profissionais dos órgãos envolvidos no TAC executará uma varredura completa nas redes de águas de chuvas e de esgotos do bairro de Manaíra para identificar o derramamento irregular de dejetos nas galerias pluviais e na rede de esgotos, a partir daí, realizar a limpeza e desobstrução das tubulações.

O post Imóveis são notificados por ligação clandestina de esgoto apareceu primeiro em Portal Correio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.