“A vítima começou a perceber o comportamento do André. Um comportamento fora do padrão, muito acima do que ele ganhava de salário”, afirmou o delegado Marcos Cipriano, da Delegacia de Defraudações.

Segundo o delegado, o milionário contratou um advogado e, assim, conseguiu ver as movimentações bancárias feitas por André.

“No dia seguinte ao registro de ocorrência, André foi até algumas testemunhas e tentou ameaçá-las com uma arma na cintura. Nós o prendemos até para evitar uma possível fuga para Portugal”, disse Cipriano.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.