Governo revoga portaria

Nesta terça-feira (09/06), o governo revogou a portaria que iria transferir R$83,9 milhões do Bolsa Família para a Secretária de Comunicação da Presidência da República. 

A revogação foi assinada pelo Secretário Especial de Fazenda, Waldery Rodrigues. 

Esta portaria havia sido publicada na quinta-feira (04/06), no Diário Oficial da União. 

A transferência do Bolsa Família para a Secretária de Comunicação da Presidência da República (SECOM) foi realizada por conta da baixa execução orçamentária do programa, segundo o governo. 

Isto é, os beneficiários puderam optar por receber o Bolsa Família ou o auxílio emergencial.

Houve alta demanda pelo auxílio (que tem o valor maior de R$600,00), o que fez parte do dinheiro destinado ao Bolsa Família não ter uso. 

O governo também havia informado que foi realizado a transferência para atender a regra do teto de gastos.

No teto dos gastos é necessário compensar a ampliação de uma despesa com a redução de outra. 

Quando a portaria foi editada, Manoel Gadino, diretor da Transparência Brasil, entidade que analisa os gastos, comentou sobre a revogação. 

O diretor afirmou que tirar o dinheiro prejudicaria famílias que necessitam dele: 

“Tirar esse dinheiro agora vai prejudicar essas famílias agora e nos próximos meses, quando o auxílio emergencial acabar.” 

Além disso, Manoel também falou que transferir o dinheiro para publicidade, que não é sequer do Ministério da Saúde é injustificável. 

“É absurdo diante da necessidade humana de comer, de pagar suas contas, de pagar seu aluguel, ter onde morar, que é super importante nesse momento de crise econômica em que o país está vivendo.”  

Por fim, ele afirmou que o governo não tem que estar preocupado com política agora: 

“O governo não tem que estar preocupado com política agora, com o governo Bolsonaro, falar das ações do governo, sendo que tem gente passando fome e gente morrendo” 
 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.