Nesta pandemia o governo fez um reforço bilionário no programa do Bolsa Família, Jair Bolsonaro publicou uma medida provisória.
Foi um reforço de R$3,4 bilhões de crédito extraordinário.

Nesta pandemia o governo fez um reforço bilionário no programa do Bolsa Família. 

Jair Bolsonaro publicou no Diário Oficial uma medida provisória, em que liberou R$3,4 bilhões de crédito extraordinário. 

O crédito irá para os ministérios da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, das Relações Exteriores, da Defesa e da Cidadania. 

Grande parte desse crédito, cerca de R$3 bilhões, irá para programas que são controlados pelo Ministério da Cidadania. 

O governo fez reforço também para o ministério da Ciência e Tecnologia R$ 100 milhões para ações também a fim de enfrentar o novo coronavírus. 

Do mesmo modo, outros R$ 62 milhões serão destinados às Relações Exteriores, a fim de fortalecer as atividades das embaixadas.

Já o Ministério da Defesa recebeu R$ 220 milhões. 

O caixa dos programas sociais do governo, como o Bolsa Família, será preenchido pela verba autorizada. 

Na segunda feira (23/04), Marco Aurélio Mello, atual ministro do Supremo Tribunal Federal havia proibido cortes no programa da Bolsa Família, na região Nordeste. 

A decisão do ministro, que tinha caráter provisório, foi por conta do pedido dos governos da Paraíba, Ceará, Maranhão, Bahia, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. 

Nesse meio tempo, o Ministério da Cidadania afirmou que já havia sido estabelecido certas medidas emergenciais para o programa social do governo. 

Entre essas medidas estava a suspensão de bloqueios, e além disso, de cancelamentos dos benefícios durante 120 dias. 

Já na terça-feira (24/04), o ministro Onyx Lorenzoni (do Ministério da Cidadania), falou que a pasta iria receber R$2 bilhões para amenizar os efeitos da atual pandemia. 

De acordo com o ministro, R$ 200 milhões foram transferidos para municípios. 

Onyx também revelou que o Bolsa Família irá inserir mais de 1.220 milhões de novas famílias, e de acordo com ele, em abril, já foram 14,3 milhões de famílias cadastradas no programa. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.